Volvo inicia comercialização de caminhões autônomos nos Estados Unidos

por Blog do Caminhoneiro

O futuro chega cada vez mais rápido, especialmente no segmento de transportes. Na última semana, a Volvo Trucks North America anunciou o início da comercialização de sistemas de transporte autônomo entre terminais. Para venda da tecnologia, a Volvo criou a empresa Volvo Autonomous Solutions (VAS), que vai personalizar os caminhões de acordo com as demandas de cada cliente.

O primeiro cliente será a empresa DHL Supply Chain, que vai iniciar o testes da tecnologia, ajudando a Volvo à colocar em prática todas as etapas necessárias para implantação da tecnologia.

O sistema vendido pela Volvo foi desenvolvido em conjunto com a empresa Aurora, que já trabalha há vários anos com diversos clientes, no desenvolvimento da tecnologia e testes em vários estados dos Estados Unidos.

“Hoje, a crescente demanda por frete está superando a capacidade e as soluções devem ser mais ousadas, seguras, inteligentes e sustentáveis ​​para levar o mundo adiante. Isso é mais do que um caminhão autônomo – é a Solução de Transporte Autônomo, que acreditamos criar valor para todo o ecossistema de transporte, tudo com operações otimizadas que reduzem emissões e aumentam a segurança”, disse Nils Jaeger, presidente da Volvo Autonomous Solutions.

Os caminhões escolhidos para receber o sistema são modelos VNL rodoviários. De acordo com a Volvo, na comparação com a operação de um mesmo caminhão dirigido por um humano, o modelo autônomo é mais eficiente, consome menos combustível e oferece mais segurança.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

5 comentários

JONAS GONCALVES 11/05/2022 - 15:39

O futuro chegou, assim como aconteceu com o câmbio automatizado, com certeza vai haver alguma proteção para falha de algum sensor.

Reply
Eduardo. Litw6 11/05/2022 - 12:17

Sou motorista de caminhão,o futuro chegou vamos ter uma vida melhor.

Reply
Maycon h cairea 10/05/2022 - 22:39

Por mais que o sistema seja confiável, a operação do transporte rodoviário de carga necessita do motorista, do fator humano. Quem é do ramo de transporte sabe o que estou falando. Esta realidade na prática funcionará em locais controlados, sem riscos externos….onde e quando teremos esta tranquilidade?

Reply
Fabrício 10/05/2022 - 12:53

A chance de um sensor dar problema é muito menor que a de um motorista cheio de rebite provocar um acidente. E outra, esses caminhões não vão estar cheio de papagaiada que os “motoristas” de caminhão fazem nos meios de transporte. Muito menos traseira arqueada e alta velocidade nas estradas. Sejam bem vindos os caminhões autônomos.

Reply
Marcelo Soares 10/05/2022 - 10:43

Na hora que esses sensores der problemas ou fazer a leitura errada e matar um tanto de gente eles aprendem

Reply

Deixe um comentário!