Auxílio de R$ 400 para caminhoneiros reduzirem perdas com aumentos do diesel deve sair do papel nos próximos dias

Até 900 mil caminhoneiros poderão ser beneficiados com um auxílio de R$ 400,00 por mês, pago por meio do programa Auxílio Brasil.

Para evitar problemas em ano eleitoral, a medida será incluída em uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC 16), que já tramita no Congresso.

O texto dessa PEC trata da redução de valores de combustíveis e da compensação aos estados que zerarem o ICMS.

O assunto foi tratado em uma reunião entre o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), na última terça-feira, 21 de junho.

Além da questão dos caminhoneiros, foi tratado um aumento do Vale-Gás, criado em novembro do ano passado, que paga metade do valor do botijão de 13 kg à famílias beneficiárias do Auxílio Brasil, a cada dois meses. Atualmente, 5,7 milhões de famílias recebem os R$ 53,00 a cada dois meses.

Nessa questão, a ideia é alterar o cronograma de pagamentos, deixando de ser bimestral, passando a ser pago todo mês.

Mais detalhes das duas medidas devem ser anunciadas nos próximos dias.

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

12 thoughts on “Auxílio de R$ 400 para caminhoneiros reduzirem perdas com aumentos do diesel deve sair do papel nos próximos dias

  • 23/06/2022 em 16:17
    Permalink

    Esmolas se oferecem p quem não tem o que fazer,mendigos,sem teto etc, nós caminhoneiros precisamos que sejam cumpridos os acordos com relação ao frete,o diesel não vai parar de subir,por.mim pode ir p 10 reais o LT desde que o frete seja o esperado é simples assim…..

    Resposta
  • 23/06/2022 em 15:52
    Permalink

    Boa tarde a todos colegas quer deixaram seus comentário si a classe não si junta e tomar uma providência vai continuar do mesmo jeito a parada era todo mundo junto parar o Brasil para de roda aí sim ele iriam dar um jeito nessa palhaçada

    Resposta
  • 23/06/2022 em 13:36
    Permalink

    O grande problema dos políticos em período de eleições é usar o dinheiro da máquina para comprar votos, problema do povo é depois votar nelles. Porque não se unem e resolve o problema, em vez de soluções ficam usando o famigerado jeito brasileiro desonesto e ridículo. Políticos, tomem vergonha na cara lavada de vcs. Povo, vamos deixar de ser otários.

    Resposta
  • 23/06/2022 em 13:00
    Permalink

    Valor irriaorio. So da pra pagar. 50 litros de dieael. E depois anda com. Agua? O reato do trecho melhor da nada qbaixa o valor do litro que agente abastece .
    Meu caminha e pequeno e gasto 2000 lts mes imagina os maiores .
    Temos q parar meamo

    Resposta
  • 23/06/2022 em 12:39
    Permalink

    Não era para ser um governo liberal!? Bolsonaro virou comunista!? Afinal o mercado não se auto regula!?

    Resposta
  • 23/06/2022 em 12:00
    Permalink

    Até pedindo esmola ganho mais que R$400,00. Toma vergonha Bolsonaro.

    Resposta
  • 23/06/2022 em 10:53
    Permalink

    Melhor não oferecer nada, porque somente um abastecimento do meu caminhão fica 5000 , depois de saber do valor que estão oferecendo fico até sem palavras kkkkkkkkkkk resta somente rir pra não chorar

    Resposta
  • 23/06/2022 em 10:38
    Permalink

    Não adianta vale nada o importante e combustíveis mais barato e ferrovias e os políticos parar de brincar com os brasileiros !

    Resposta
  • 23/06/2022 em 08:03
    Permalink

    Sr. Marco Antônio, o governo federal ainda é o acionista majoritário da empresa, tem 6 das 11 cadeiras do Conselho Administrativo, portanto tem toda a legalidade de mudar a política de preços da Petrobras.
    Ah, mas e os acionistas minoritários? Se o governo se preocupasse realmente com um recurso estratégico importante para o país como o petróleo ele compraria de volta todas essas ações e também os campos de exploração e as refinarias que foram vendidas por um preço bem camarada para os gringos, mas Bolsonaro não quer fazer isso. Pior que somente assim teríamos preços justos para os insumos, não com a política de preços atual.
    Falando nisso hoje o barril de petróleo caiu 4% no mercado internacional, está próximo de 100 dólares mas os preços atuais no Brasil são para um valor de 140 dólares o barril, se sobe lá sobe aqui mas se desce lá sobe aqui também, o quê é isso? A verdade é que estamos sendo explorados.
    Ciro Gomes é o único que toca nesse assunto, tem um plano nacional de desenvolvimento econômico e se for eleito vai estabelecer a PPE, paridade de exportação de petróleo, tirando essa PPI da era Temer e recomprando os campos e outros ativos.

    Resposta
  • 23/06/2022 em 07:11
    Permalink

    Caro colega vinícius, o que vc acha se fosse o Ciro que estivesse no poder? O controle da petrobrás já foi vendido para os acionistas pelo governo anterior e se vc não viu o próprio Ciro Gomes admitiu que o atual presidente não tem como intervir, por isso tal atitude que é uma miséria é claro.

    Resposta
  • 22/06/2022 em 19:39
    Permalink

    Caros Colegas
    400 reais ….
    Isso é claro que é apenas um gesto eleitoral
    Em sá consciencia gente …400 reais pra ajudar combustivel….meu Deus que mundo que estamos vivendo
    Acordam colegas

    Resposta
  • 22/06/2022 em 18:15
    Permalink

    400 reais não enche nem metade do tanque de uma carreta. Medida irrelevante e eleitoreira, um bolsa esmola pra comprar votos.
    Não engana mais ninguém com isso, por uma mudança real voto no Ciro Gomes.

    Resposta

Deixe um comentário!

Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal