O curioso transporte da maior ovelha do mundo

É bem provável que você já tenha visto essa imagem que abre o texto em algum lugar na internet. Um grande caminhão Western Star transportando uma gigantesca ovelha em uma linha de eixos. Mas será que ela é real?

O transporte realmente aconteceu, há 15 anos. Chamado de Big Merino, a estatua representa uma ovelha Merino, foi construída em 1985 e tem mais de 15 metros de altura e quase 100 toneladas, e é feita de aço e concreto. Em baixo da ovelha há uma loja de lembrancinhas.

Mas, no ano de 2007, a gigantesca ovelha ganhou um novo endereço. A administração da cidade resolveu instalar a ovelha mais próxima da Rodovia Hume, em Goulburn, Austrália, para aumentar o número de turistas.

Para a execução do trabalho de transporte, toda a estrutura inferior da ovelha foi desmontada, e a loja que havia ali foi demolida. A empresa responsável pelo trabalho de movimentação da estrutura foi a Rex J. Andrews.

A ovelha teve as pernas removidas, a estrutura de aço foi cortada e a ovelha foi suspensa de modo a permitir a entrada de uma linha eixos Gross sob ela. Para a realização do carregamento foram várias horas de trabalho.

Depois de colocada sobre a linha de eixo, o caminhão Western Star foi o responsável por levar a ovelhona para o novo endereço, há apenas 800 metros do local original. Foram mais de 2 horas de viagem para superar a pequena distância. Um Volvo FH também foi usado para auxiliar as manobras.

No novo endereço, uma nova estrutura já aguardava a instalação do Big Merino. Depois de fixado no lugar, as pernas foram reinstaladas e reforçadas. Além disso, uma nova loja de presentes e uma sala museu foram construídas sob ela.

Caso queira visitar, a estátua está no endereço Corner of Hume and, Sowerby St, Goulburn NSW 2580, Austrália, anexo a um posto de combustíveis.

Deixe um comentário!

Ford AA Konings Siam – O curioso caminhão duplo da década de 1930 Conheça a rodovia mais longa do Brasil Velho caminhão americano é transformado em carro de passeio muito estiloso Você sabia que o 1° FNM produzido no Brasil era bicudo Conheça os coloridos caminhões do Paquistão