Com restrições, trânsito na ponte que liga Brasil e Argentina é ampliado após reabertura para caminhões

Fluxo é liberado por 30 minutos para cada sentido, e velocidade máxima permitida é 20 km/h

Após dias de impasse sobre o funcionamento da ponte que liga o Brasil à Argentina, no km 725 da BR-290, em Uruguaiana, na fronteira oeste do Estado, o fluxo de veículos foi ampliado. Reparos na estrutura, realizados na segunda-feira (19), permitiram que caminhões e ônibus voltassem a circular no local, ainda que com restrições, na manhã desta terça (20). Filas foram registradas até cerca de meio-dia, mas, à tarde, o trânsito já estava normalizado.

A retomada da circulação de veículos pesados foi possível após a realização de uma reunião entre autoridades brasileiras e argentinas. Ficou definido que o fluxo ocorreria de forma alternada entre os dois sentidos a cada 30 minutos — ou seja, durante meia hora, passam veículos do lado brasileiro para o argentino e, depois desse período, o sentido muda. O andamento também é controlado, com velocidade máxima de 20 km/h e espaçamento de 100 metros entre um veículo e outro. A travessia a pé pela ponte está proibida.

A reportagem de GZH foi ao local. Durante a tarde desta terça, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) orientavam quem buscava acesso à ponte sobre as novas regras. O movimento era baixo e a fila que se formavam durante a meia hora de fechamento era pequena. Em cima da estrutura, o espaçamento entre veículos costumava ser inferior a cem metros, mas era maior do que o usual. Os policiais faziam um controle rigoroso para não permitir a travessia a pé.

O bloqueio da ponte para veículos pesados ocorreu entre sábado (17) e terça-feira, por conta do rompimento de uma viga, que causou rachaduras na estrutura. Quando se olha a ponte de baixo, é possível ver uma parte dela afundada. Sinalizações impedem a passagem de automóveis por esse trecho. Apesar de o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) ter informado que realizou um “escoramento” na estrutura no domingo (18), ainda havia profissionais fazendo reparos no local nesta terça.

Mesmo com a obra emergencial, segundo a PRF, não há prazo para a liberação da via nos dois sentidos. A expectativa é pela assinatura nesta quarta-feira (21) de um decreto emergencial do Ministério da Infraestrutura que autorize o início dos reparos.

Fonte: Gauchazh 

Deixe um comentário!

Ford AA Konings Siam – O curioso caminhão duplo da década de 1930 Conheça a rodovia mais longa do Brasil Velho caminhão americano é transformado em carro de passeio muito estiloso Você sabia que o 1° FNM produzido no Brasil era bicudo Conheça os coloridos caminhões do Paquistão