Iveco à toda prova

Campo de Provas - Iveco (1)




Caminhões precisam ser potentes, resistentes e muito duráveis. E pensando em desenvolver e aprimorar ainda mais os caminhões que fabrica é que a Iveco desenvolveu dentro da sua fábrica uma estrutura para teste completo de todos os produtos produzidos.

O campo de testes é composto por um circuíto oval, de 1.650 metros de comprimento, pista de medição de ruídos, área para testes de frenagem e suspensão, rampas e tanques para teste do blindado anfíbio Guarani, além da estrutura de testes contínuos de durabilidade, que já estava pronta e sendo usada.

“Nosso objetivo é tornar ainda melhor o processo final de validação dos produtos, desde a linha de veículos leves até o blindado Guarani, com a realização de aproximadamente três mil testes anuais, que comprovam as qualidades como a durabilidade e a robustez dos veículos que oferecemos aos nossos clientes”, diz Marco Borba, vice-presidente da Iveco para a América Latina.

Campo de Provas - Iveco (2)O investimento feito pela Iveco chegou a casa dos R$24 milhões, e está dentro da previsão de investimentos de R$ 650 milhões, que serão aplicados até o final do próximo ano. O circuito será usado para testes visando melhorias no produtos atuais e no desenvolvimento de novos produtos.

Fenatran

Durante o evento de inauguração da pista de testes, a Iveco confirmou que não irá participar da feira, que é uma das maiores do mundo, para investir em outra áreas. O valor cobrado pelo aluguel e montagem de um estande na feira tem valores muito elevados, e a empresa vê esse investimento mais como institucional do que para vender caminhões.

Blog do Caminhoneiro




Deixe sua opinião sobre o assunto!

error: Cópia de conteúdo desabilitada !!