DNIT investirá mais de R$ 2 bi em restauração e manutenção de rodovias

por Blog do Caminhoneiro

Com o objetivo de melhorar as condições de escoamento da safra de grãos do centro-oeste brasileiro, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) tem direcionado seus esforços visando a contratação de obras de restauração e manutenção das rodovias que fazem parte do eixo de escoamento dessas cargas.

Atualmente, o DNIT está com 11 projetos em licitação para restauração e manutenção das BRs- 158, 163 e 364. As obras vão abranger um total de aproximadamente 1.900 quilômetros nos estados do Mato Grosso, Pará e Rondônia e terão investimento de mais de R$ 1,4 bilhão.

Impende salientar, que a Autarquia possui, ainda, nove projetos aptos a serem licitados nas mesmas rodovias. Assim, quando forem contratados, outros 993 quilômetros serão recuperados.

Além disso, o Órgão tem também cinco projetos em fase de elaboração. No total, os projetos em licitação, aptos a licitar e em elaboração, recuperarão 3.409 mil quilômetros numa rota de escoamento de produção de soja e milho. O investimento total está estimado em mais de R$ 2.2 bilhões.

Deste modo, com o asfalto recuperado, a trafegabilidade de caminhões será mais fácil para levar grãos aos portos do norte do país, conhecido como Arco Norte. Para se ter noção da quantidade de carga que passa pelas rodovias, na safra de 2014/2015, por exemplo, mais de 16 milhões de toneladas de milho e soja foram exportadas pelo Arco Norte. Desse valor, 7,2 milhões saíram pelo Porto de Itaqui, no Maranhão.

CREMA​

Insta esclarecer, que os projetos fazem parte do Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária (CREMA), que são contratos com o objetivo de recuperar e manter as condições funcionais das rodovias federais durante o período de vigência do contrato, que pode ser de três a cinco anos. Na primeira fase, o ganhador da licitação deve recuperar sua capacidade de trafegabilidade em todo o trecho da rodovia executando serviços de recuperação, bem como a manutenção da via e faixa de domínio e, na segunda fase, deve fazer apenas a manutenção do trecho licitado até o final de sua vigência contratual.

E mais, uma das vantagens do CREMA é que as obras possuem serviços de recuperação e manutenção do pavimento, garantindo ao usuário boas condições de trafegabilidade e segurança.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

20 comentários
0

Artigos relacionados

20 comentários

Fabio Mary Schwaab 17/04/2017 - 21:26

Ve se vai arumar a prc 280 ne

Reply
Ivan Luiz Santin 17/04/2017 - 20:32

Agora conta uma de Papagaio…kkkkkkkkk

Reply
Fábio Oscar Zeni 17/04/2017 - 20:15

Vão fazer 2 km de asfalto.

Reply
Fernando Diz Capulot 17/04/2017 - 20:09

Janaina Faiolo Diz Capulot, Marcelo Diz Capulot

Reply
Max Santos 17/04/2017 - 19:08

Não estão fazendo +que obrigação!!!meamo assim duviso muito!!!a metade vai ser embolsado

Reply
Anderson Almeida 17/04/2017 - 18:39

Odebrecht já ganhou a licitação e já vai começar as reformas….

Reply
Marcus Vinicius Marcus Vinicius 17/04/2017 - 18:14

Olha aí BarrosoLima, JonesMacena, Ricardo EdezioEdezio, Só falta sair do papel

Reply
Robson Rosa Vasco 17/04/2017 - 17:51

Já roubaram esse dinheiro.

Reply
Junior Pontes 17/04/2017 - 17:30

Vai investir e depois vai dar algum polico que é dono de praça de pedágio

Reply
Clayton Rodrigues 17/04/2017 - 17:13

Investir só se for no bolso dos políticos safado essa DNIT e outro órgão que deveriam investigar maioria das obras que essa DNIT é responsável são de mau qualidade asfalto porcaria

Reply
Mayara Santos 17/04/2017 - 17:06

Reply
Qra Natalino Junior Alves 17/04/2017 - 16:41

Quando vai ser essa proeza?

Reply
Marcelo Presença 17/04/2017 - 16:38

Não está fazendo mais do que a obrigação.

Reply
Joelso Alves de Olivera 17/04/2017 - 16:16

Só acredito vendo!!!!!!!!!

Reply
Gabriel Silva 17/04/2017 - 16:02

Quem receberão propina desta vez?

Reply
Cristiano Ferreira 17/04/2017 - 15:09

Se não for mais uma propaganda enganosa.agradecemos

Reply
Ray Marcos 17/04/2017 - 14:49

Segundo o desvio padrão de 20% para mais, para os políticos, devem investir apenas 1,6 bilhões.

Reply
George Matoso 17/04/2017 - 14:40

E com certeza a BR 251 entre montes claros e Francisco Sá vai ficar de gora

Reply
Mauro Oliveira 17/04/2017 - 14:24

Dois bilhões, dois por cento pro ilustre deputado, três por cento pro nobre senador, governador fiscais etc e tal, quando chegar na obra é só o troco.

Reply
Carlos Silva 17/04/2017 - 14:22

Começa aq no Pará porq ta veio as estradas aq

Reply

Escreva um comentário