Detran SP alerta motoristas que exercem atividade remunerada

por Blog do Caminhoneiro

Não basta ter uma carteira de motorista para começar a trabalhar com o veículo. Além de dirigir com responsabilidade, o condutor que exerce atividade remunerada precisa redobrar a atenção com a segurança e atender requisitos específicos, como avaliação psicológica e vistoria veicular, alerta o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP).

Uma das principais medidas é o cinto de segurança. Além de usar o próprio dispositivo, o motorista deve exigir o mesmo do passageiro, tanto para quem está no banco do carona quanto no banco traseiro. Lembre-se que, além de ser um risco à segurança, passageiro sem cinto também dá multa. Uma dica é deixar os dispositivos sempre ao alcance das mãos –no banco traseiro, as travas devem ficar sobre o estofado.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), deixar o motorista ou o passageiro de usar o cinto de segurança é infração grave (multa de R$ 195,23 e cinco pontos na CNH). Vale lembrar que o cinto é equipamento obrigatório e sua ausência ou ineficiência ameaçam a segurança e também geram multa.

“A segurança no trânsito é fundamental para todo motorista e, principalmente, para aqueles que exercem atividade remunerada, considerando que estão sempre ao volante. Nós, do Detran.SP, queremos conscientizar a todos para medidas preventivas. Com uma simples mudança de atitude, muitos acidentes podem ser evitados e muitas vidas podem ser salvas”, disse Maxwell Vieira, diretor-presidente do Detran.SP.

Sem celular

Falar ao celular ou manusear o aparelho ao volante é, respectivamente, infração média (R$ 85,13 e quatro pontos) e gravíssima (R$ 293,47 e sete pontos). Portanto, nada de ligar para o cliente nem programar o trajeto em movimento. O uso do telefone só é permitido com o veículo estacionado e com o motor desligado. O aparelho pode ser usado na função GPS, desde que fixado no para-brisa ou no painel dianteiro, em suporte adequado.

Já fazer a famosa “fila dupla”, que é quando o motorista para ao lado de outro veículo na via, seja para embarque ou desembarque de passageiro, ou carga e descarga, é considerado infração grave (R$ 195,23 e cinco pontos).

Outro ponto importante a ser observado por um motorista profissional é a cobrança. Receber, devolver troco ou usar a máquina de cartão enquanto dirige é infração média (R$ 130,16 e quatro pontos). O motorista também precisa respeitar a lotação máxima do veículo e ter sempre o licenciamento em dia.

Para o motorista profissional

Para dirigir veículos como vans, ônibus, micro-ônibus, caminhões, treminhões e ônibus articulados, é necessário ser habilitado em categorias específicas. As categorias C e D exigem experiência comprovada de até dois anos na categoria B (ou de um ano na categoria C para solicitar a D), e de um ano na C ou D (a partir da B) para a categoria E. Para as categorias D e E, é preciso ter 21 anos.

Além disso, o motorista não pode estar com a carteira suspensa ou cassada, ter cometido infrações grave ou gravíssima, ou ser reincidente em infrações médias nos últimos 12 meses. Tem de passar por exame toxicológico e depois por testes de aptidão física e mental, e, por fim, realizar aulas práticas específicas para cada categoria e ser aprovado na prova prática.

Taxistas e motoristas que realizam o transporte particular de pessoas em automóveis por meio de aplicativos, por exemplo, precisam ter apenas a categoria B com a inscrição “exerce atividade remunerada no verso”. Para isso, o proponente precisa agendar a ida à unidade do Detran.SP onde a habilitação está registrada e apresentar os originais e cópias da CNH e do comprovante de endereço para ser encaminhado à avaliação psicológica.

Após o processo, o motorista terá uma nova habilitação renovada com a observação. É preciso se atentar se existe legislação municipal que preveja requisitos adicionais.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

17 comentários
0

Artigos relacionados

17 comentários

Liliane 20/04/2018 - 16:31

Eu posso dar aulas de direção com a Habilitação EAR ?

Reply
Claudio Roberto 05/12/2017 - 22:36

mas voces esquece o ponto principal o emprego porq nesse pais q é governado por vagabundos falta empregos

Reply
Olney Alves 05/12/2017 - 21:00

O brasileiro tem tanta fartura e sofre com as malditas leis dos bandidos, hj em dia é muito melhor passear de carro nas favelas do q onde tem polícia.

Reply
Ricardo Rodrigues 05/12/2017 - 18:34

Detram !!! E mais uma tropa de vagabundos que estao apenas inventando algumas leis pra roubar o isso mesmo o dinheiro do cidadao brasileiro.

Reply
Edson Rocha 05/12/2017 - 18:23

Amanhã ou depois eles vão trabalhar de motorista por que vamos perder nossa carteira

Reply
Sergio da Rocha 05/12/2017 - 18:18

É proibido cobrar , enquanto esta dirigindo , mas o motorista de ônibus pode fazer a cobrança dos passageiros

Reply
Sergio da Rocha 05/12/2017 - 18:19

E ainda tem que ficar atento a lotação do veículo, tem que multar as empresas de ônibus isso sim !!

Reply
Fernando Muller 05/12/2017 - 16:33

Cinto mata

Reply
Marcio Cipriano 05/12/2017 - 16:13

Detran e os órgão competente estão fiscalizando motoristas de caminhão que param em fila dupla para carga e descarga, porque os órgão dos governos não se preocupam em colocar mais aéreas de carga e descarga? Tanto em regiões com muito comércio quanto em regiões onde tem muitos prédios, pois esse lugares são os pontos com mais esse tipo de problema.

Reply
Robson L Caetano 05/12/2017 - 17:35

Concordo com vc mas tbm tem aqueles colegas que larga o caminhão no carga e descarga e esquece que tem outros procurando vaga.

Reply
Leandro Farias 05/12/2017 - 15:46

TDO LINDO MARAVILHOSO MULTAS REGRAS E MAIS UM CAMINHAO DE COISAS P COBRAR MAIS O SALARIO COMPATÍVEL COM TDO ISSO FICA LONGE

Reply
Marcos Oliveira 05/12/2017 - 15:38

Não ouvi falar que iriam multar as empresas de ônibus por colocar um motorista para fazer dupla função de motorista e cobrador ,mas multar quem está sendo obrigado a trabalhar desta forma pela empresa e sindicatos isso o Detran sabe né , é o poste mijando no cachorro .

Reply
Everton Contri 05/12/2017 - 15:05

A Detran vai caçar o que fazer meu, deixa a gente em paz

Reply
Luis Wanderlan Del Secchi 05/12/2017 - 14:50

Tanto por muito pouco

Reply
Juarez Rodrigues 05/12/2017 - 14:41

Todos sabem dessas observações, só que nem todos cumprem. Por exemplo eu viajo de 3 em 3 para São paulo, Itapemirim ou Gontijo daqui do nordeste e eu ja presenciei até o motorista dirigindo sem usar o cinto, passageiros 99%não usam, não é por falta de orientações É falta de cumprimentos das leis, É para sua própria segurança. Tbm é questão de educação. É lamentável!

Reply
Carlos Aylton da Frota 05/12/2017 - 13:47

O negócio é mudar de profissão, muita responsabilidade pra pouco dinheiro salário que bom nada….

Reply
Jose Carlos Foganholi 05/12/2017 - 13:40

senhores detrans porque vcs jogam toda responsabilidade sobre os motoristas poficionais?sendo que vcs podem exigir cursos ,como direcao defenciva a todos os condutores de todas as letras de cnh,nao é senhores .

Reply

Escreva um comentário