SEST SENAT qualificará cobradores de ônibus para que se tornem motoristas profissionais




O SEST SENAT qualificará, gratuitamente, 1.500 cobradores do transporte coletivo urbano de passageiros para atuarem como motoristas profissionais. É o que prevê o projeto Qualificação Profissional para Cobrador no Transporte Coletivo de Passageiros. Lançado nesta segunda-feira (19), em fase piloto, o projeto será desenvolvido em cinco Unidades Operacionais: Curitiba, Belo Horizonte (Jardim Vitória), Fortaleza, Rio de Janeiro (Deodoro) e São Paulo (Vila Jaguara).

A iniciativa viabilizará a mudança da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) da categoria B para a D, além de ofertar os cursos Especializado para Condutores de Veículos de Transporte Coletivo de Passageiros (Resolução nº 168/2004 do Contran) – que é necessário para o exercício da profissão de motorista do transporte coletivo de passageiros e também o curso de Aperfeiçoamento de Motorista para o Transporte de Passageiros, realizado com prática no Simulador de Direção do SEST SENAT.

A diretora-executiva nacional da instituição, Nicole Goulart, destaca que projeto tem o propósito de contribuir para a manutenção da empregabilidade desses trabalhadores. “A iniciativa formará novos motoristas qualificados para o transporte coletivo urbano de passageiro. O transporte está mudando e o SEST SENAT acompanha essas transformações,  preparando estes profissionais para o futuro do setor”, afirma.

Como participar?

Para participar do projeto Qualificação Profissional para Cobrador no Transporte Coletivo de Passageiros, a regularidade do cadastro da empresa onde o candidato trabalha junto ao SEST SENAT é fundamental. A empresa deve ter como atividade econômica principal o transporte e deve atuar no transporte coletivo urbano de passageiros.

Clique aqui para consultar o CNPJ da empresa e a situação junto ao SEST SENAT.

Também é essencial ler o edital, que está disponível aqui. O documento informa todos os requisitos e procedimentos necessários. As inscrições serão abertas às 10h do dia 2 de abril e poderão ser realizadas até as 17h do dia 16 de maio de 2018, horário de Brasília.

Entre as exigências estão as seguintes: o candidato deverá comprovar vínculo empregatício na função de cobrador de ônibus; possuir CPF; e enquadrar-se nas regras do Contran quanto aos requisitos de tempo de CNH para realizar a mudança de categoria.




Deixe sua opinião sobre o assunto!

error: Cópia de conteúdo desabilitada !!