CNH Industrial recebe embaixadores e adidos militares na fábrica da Iveco Veículos de Defesa em Sete Lagoas




A CNH Industrial recebeu nesta terça-feira (6/11) a visita de embaixadores e adidos militares na fábrica da Iveco Veículos de Defesa, em Sete Lagoas. A comitiva conheceu toda a linha de produção do blindado Guarani e participou de uma demonstração dinâmica na pista de testes.

Durante a visita, o diretor da Iveco Veículos de Defesa para a América Latina, Humberto Spinetti, destacou a importância do negócio e da parceria com o Exército Brasileiro e reforçou a experiência e o comprometimento no desenvolvimento de veículos blindados e multifuncionais para atividades militares e de defesa. “Investimos para oferecer as melhores soluções a nossos clientes e o Guarani é um exemplo. Para isso, todos os Centros de Pesquisa e Desenvolvimento da CNH Industrial, não só da América Latina, trabalham em completa sinergia”, disse.

As autoridades fizeram uma visita guiada por toda a linha de montagem do VBTP-MR Guarani, acompanhando as etapas de produção. Eles começaram pela funilaria, passaram pela soldagem do aço balístico – que envolve profissionais especializados em soldas especiais e mais minuciosas – e pelo setor de montagem da carcaça do blindado. Por fim, conheceram o processo de finalização da pintura do veículo.

LEIA MAIS  Iveco expõe visão sobre futuro do transporte sustentável durante evento na Jordânia

Os embaixadores e demais autoridades também tiveram a oportunidade de conhecer a pista de teste exclusiva para veículos de defesa. Eles fizeram o deslocamento até a pista dentro dos Guaranis.

O Guarani faz parte da modernização da frota do Exército Brasileiro, que mantém a propriedade intelectual do blindado. A parceria com a CNH começou em 2007 com o desenvolvimento do projeto industrial e se consolidou em 2013 quando foi inaugurada a fábrica em Sete Lagoas, a primeira voltada à produção de veículos de defesa da CNH Industrial fora da Europa. A fábrica tem 30 mil metros quadros, sendo 18 mil de área construída.

Blindado

O Guarani pesa 18 toneladas, tem capacidade para transportar até 11 pessoas, tração 6X6, transmissão automática e pode chegar a 110 quilômetros por hora. Tem, ainda, função anfíbia, diferencial que foi conferido ao vivo pelos embaixadores e demais autoridades na pista de teste. Além de ar-condicionado, apresenta uma série de inovações tecnológicas, como sistema automático de detecção e extinção de incêndio, baixas assinaturas térmicas e radar (o que dificulta sua localização pelos inimigos), entre outros.

LEIA MAIS  Novo caminhão Iveco é flagrado na Europa

A produção de cada blindado envolve 3.200 horas de trabalho. Com índice de nacionalização superior a 60%, incluindo trem de força e chassi, o veículo é impulsionado pelo motor diesel Cursor 9, da FPT Industrial, também marca da CNH Industrial, com 383 cv de potência máxima. As dimensões básicas do blindado são 6,91 metros de comprimento, 2,7 metros de largura e 2,34 metros de altura, o que o permite ser transportado pela aeronave KC-390, da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer).




Deixe sua opinião sobre o assunto!