Caminhoneiro faz faculdade à distância e dá um salto na carreira

por Blog do Caminhoneiro

Refletir, reaprender e recomeçar. Para muitos profissionais, o momento de renovação na carreira chega quando menos se espera, e esse novo passo pode ser investir em um curso, por exemplo. Segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgado em 2017, cerca de 40 milhões de brasileiros pensam em realizar uma formação técnica, seja para conquistar sua primeira formação profissional, seja para se desenvolver em sua área de atuação.

Mesmo para aqueles cujos caminhos profissionais parecem estar consolidados, sempre há tempo de repensar sobre o próximo passo. Esta foi a situação de Astor João Feyh, caminhoneiro há mais de 20 anos, que identificou no curso Técnico em Logística do Senac EAD uma oportunidade de adquirir uma nova formação e evoluir na carreira. “Eu já tinha me acomodado na vida profissional e não imaginava passar por mais mudanças. Hoje, porém, tenho uma nova visão”, conta.

No caso de Astor, o principal atrativo para ingressar em um curso a distância foi a flexibilidade que a modalidade proporciona. Nas diversas viagens a trabalho, usava o tempo livre para estudar. “Quando abria a matéria, já imprimia a apostila e carregava no caminhão. Fazia leituras entre uma entrega e outra, e acessava a sala de navegação pelo celular nos intervalos de descanso”.

Graças à escolha de retomar os estudos, Astor conseguiu ascender profissionalmente e conquistou o cargo de programador de entregas em uma grande empresa. O upgrade na carreira também contribuiu para o aumento de sua renda familiar. Para aqueles que pensam que é tarde para voltar a estudar, ele aconselha a não desistir. “Dizem que não se pode deixar o trem passar. Estou com 44 anos e o trem pode ter passado, mas vou correr atrás do último vagão até o fim”, conclui.

Tecnologia e flexibilidade

As aulas a distância do Senac EAD oferecem flexibilidade nos horários de estudo, respeitando o ritmo de aprendizagem do aluno e desenvolvendo competências que são valorizadas no mundo do trabalho, como organização, proatividade e responsabilidade. É necessário apenas que o aluno tenha acesso à internet para receber informações e comunicados das coordenações e professores. Todos os cursos a distância do Senac oferecem ao estudante acesso a tecnologias que dão apoio no processo de ensino e aprendizagem, além de permitir que ele se forme em seu ritmo e com a mesma qualidade do ensino presencial.

Os interessados nos cursos técnicos a distância têm até o dia 24 de abril para fazer sua matrícula pelo Portal Senac EAD. São 11 opções nas áreas de comércio, design, gestão, informática, meio ambiente, segurança e turismo.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

4 comentários

Claudio Adauto SantAna Rodrigues 13/12/2018 - 14:57

Muito bacana essa historia, me identifiquei muito,pois também fui motorista por 12 anos, voltei a estudar conclui o ensino médio a distancia, e cursei a faculdade em EAD na área de logística, hoje já estou com meu diploma em maos, e estou atualmente trabalho como master driver em uma concessionário dos caminhões scania. Estou muito feliz pois achei que nunca teria chance novamente de um dia poder estudar e realizar meus sonhos. Vou começar no próximo ano a cursar a faculdade de direito estou completamente empolgado.

Reply
Miguel moreMor 12/12/2018 - 21:20

Nossa classe se transforma a cada dia precisamos mostrar que não somos o luxo da beira das estradas como somos tratados.

Reply
Sérgio 12/12/2018 - 15:28

O q tem q acabar e a porcentagem alta q a transportadora retira de cada frete repassado ao autonomo.algumas chegam a ficar com a metade do frete

Reply
Vinícius 12/12/2018 - 11:42

Esses tais cursos deveriam ser todos subsidiados pelo governo. Não tenho dinheiro suficiente para pagar $ 15.000,00 ou mais em 2 anos e meio, fora os custos de deslocamento, e se o cara está trabalhando, mesmo sendo informal você já perde a bolsa!
Esse é o país da desigualdade e injustiça!

Reply

Escreva um comentário