Mercedes-Benz Accelo recebe opção de câmbio automatizado

Novidade da Mercedes-Benz no mercado brasileiro, o câmbio totalmente automatizado dos caminhões Accelo foi testado e aprovado pela Jamef, uma das maiores transportadoras de cargas fracionadas do País. O cliente vem utilizando o caminhão médio Accelo 1316 6×2 e o modelo leve 1016 com câmbio automatizado em serviços de entregas urbanas de encomendas urgentes e nas operações de transferência de carga entre suas unidades.

“O Mercedes-Benz Accelo, que sempre atendeu as nossas expectativas, surpreendeu na versão automatizada, com bons resultados operacionais para a empresa”, afirma Michael Oliveira, diretor de Operações da Jamef. “Há uma melhora no consumo, trazendo economia para a nossa operação de transporte. Além disso, essa tecnologia demanda menor custo de manutenção. Já o motorista ganha em conforto de dirigibilidade, melhor performance e produtividade”.

De acordo com o cliente, a Jamef investe frequentemente em tecnologias e processos visando cumprir sua missão à risca, que é assegurar a entrega de encomendas urgentes dentro do prazo prometido a seus clientes. Nesse contexto, além do caminhão Accelo nas entregas urbanas, a empresa inova com a aplicação da tecnologia Sorter, sistema automatizado de distribuição de encomendas, novidade em sua unidade de Barueri/SP, que traz mais agilidade, pontualidade e segurança durante todo o processo operacional.

“A Mercedes-Benz se encaixa na logística de transporte da nossa empresa com toda a sua linha de caminhões, do Accelo ao Actros e até a Sprinter“, diz Michael Oliveira. “Dos mais de 200 veículos Mercedes-Benz da nossa frota própria, 100 unidades são do Accelo 815, um caminhão muito importante para nós pela versatilidade na distribuição urbana. Nós sempre acompanhamos a evolução deste modelo, como agora em que estamos testando os veículos automatizados”.

Jamef é a primeira a testar o Accelo com câmbio automatizado

Especializada em encomendas urgentes de cargas fracionadas (comércio eletrônico, varejista, têxtil, farmacêutico, automotivo e outros), a Jamef é um tradicional cliente e parceiro da marca há 56 anos, quando iniciou suas atividades de transporte com o caminhão LP 321, utilizado ainda hoje pela empresa.

Reafirmando a confiança nos caminhões Mercedes-Benz, a Jamef é a primeira empresa a testar o Accelo automatizado, o que possibilita a comparação de dados como desempenho, consumo, custos operacionais e conforto, entre outros.

“O Accelo é um caminhão excelente e ágil para coleta e entrega urbana. É o mais valente da sua categoria”, ressalta Juliano Alba, gerente de Tráfego, Frota e Manutenção da Jamef. “Esse caminhão aguenta a pauleira do dia a dia, com conforto para os motoristas, robustez e disponibilidade. Nesse sentido, zelamos pela manutenção da frota, utilizando somente peças genuínas, tanto nas nossas oficinas em São Paulo e Barueri, quanto nos concessionários Mercedes-Benz que nos atendem no restante do País. Como resultado, os Accelo rodam praticamente o tempo todo, parando apenas para manutenções preventivas”.

Juliano Alba diz que a Jamef trabalha com foco em custo por quilômetro para avaliar os gastos operacionais de sua frota própria. “O custo por quilômetro do Accelo é excelente, levando em conta a média de consumo de diesel, gasto com manutenção e disponibilidade, critérios essenciais para nossa gestão”, diz ele.

O executivo ressalta ainda que os motoristas também aprovaram o Accelo com câmbio automatizado. “Eles já têm familiaridade com os caminhões da marca. Com o Accelo, a satisfação é ainda maior de dirigir um Mercedes-Benz, seja na distribuição urbana, fazendo a entrega das encomendas rápidas, ou nos trechos rodoviários, realizando a transferência de cargas entre as nossas unidades. Em qualquer situação, o câmbio automatizado foi totalmente aprovado”.

De acordo com Juliano, a Jamef busca otimizar ao máximo a logística interna de distribuição, que está sob total controle da empresa. “Quando o caminhão sai para a entrega, já não dependemos só da equipe, porque temos de encarar os desafios das ruas, como congestionamentos, tráfego intenso, stress dos horários de pico e outras ocorrências. Nessas ocasiões, o Accelo é um grande aliado dos motoristas, devido à sua agilidade no trânsito e ao conforto da cabina, ajudando a acelerar a entrega das encomendas urgentes, que é a nossa promessa aos clientes”.

O melhor caminhão para distribuição e coleta urbana

Desde 2017, foram introduzidas mais de 15 novidades nos caminhões Accelo, com destaque para a cabina estendida, banco do motorista pneumático, tanque adicional de 150 litros (total de 300 litros, a maior capacidade da categoria) e agora o câmbio automatizado. Com isso, o Accelo se consolida como o melhor caminhão para entregas urbanas dos segmentos de leves e médios. O modelo foi desenvolvido para assegurar essa vantagem aos clientes e vem cumprindo esse compromisso à risca. A fim de demonstrar na prática essas características e os seus benefícios no transporte e distribuição urbana, a Mercedes-Benz, em conjunto com a Rede de Concessionários, começou a disponibilizar caminhões Accelo para uso em operações de empresas de transporte.

“Com o início das vendas em abril deste ano, o Accelo é a primeira linha de caminhões leves e médios a entregar o câmbio automatizado no mercado brasileiro”, diz Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Além disso, somos a única marca a oferecer câmbio automatizado para toda a linha de caminhões, reforçando a liderança em tecnologia e o pioneirismo no País”.

Câmbio automatizado reduz o consumo e oferece mais conforto

O câmbio automatizado sem pedal de embreagem é um item opcional para clientes do Accelo, que continuam contando com a versão de câmbio manual. Para o 815 está disponível o modelo Eaton 6106A. Para o 1016 e o 1316 é a versão Eaton 6206A. Estes câmbios de 6 marchas se caracterizam pelo ótimo escalonamento de marchas, com primeira reduzida de 6,20 e última marcha com overdrive 0,78, combinando excelente partida em rampa e altas velocidades operacionais, tornando os caminhões aptos para trafegarem no intenso tráfego urbano, assim como em rodovias.

Essa tecnologia traz a combinação do câmbio mecânico com acionamento automatizado das trocas de marchas, sem pedal de embreagem. A grande vantagem é a otimização do consumo de combustível, pois o câmbio tem potencial para minimizar as diferenças de condução entre os motoristas, fazendo com que a média de consumo da frota melhore significativamente.

No caso do Accelo, a redução de consumo de combustível pode atingir até 3% em operações urbanas pela automatização e inteligência aplicada no câmbio. Dessa forma, o câmbio automatizado mostra-se a melhor solução para os caminhões que circulam nas cidades, onde as trocas de marchas são constantes, aliviando o estresse do motorista e tornando a condução muito mais segura.

Além disso, o câmbio automatizado prolonga a vida útil da embreagem em pelo menos duas vezes, reduzindo em muito o custo de manutenção e operação do veículo.

Esse câmbio conta com dois modos de condução: função Eco (mais econômica) e Power (para situações de subidas/serras e ultrapassagens). A tecnologia também tem sistema que reconhece a inclinação da pista e a carga do veículo realizando a troca de marcha de forma mais correta e adequada de acordo com as condições de pista e do veículo. Além disso, vem equipado com auxílio de partida em rampa, Isso facilita a operação do veículo e aumenta a segurança.

O Accelo ganha mais destaque em segurança com tecnologias como freio ABS, EBD (distribuição eletrônica da força de frenagem nos eixos) e ASR (controle de tração das rodas).

Caminhão moderno com conforto similar ao de um automóvel

Com o Accelo, manobrar o caminhão é extremamente fácil, graças ao seu reduzido círculo de viragem, o menor de sua categoria, até 1,2 metro menor que os principais concorrentes. Com ele, circular em ruas estreitas e no interior dos bairros e manobrar em espaços apertados, situações muito comuns em centros de distribuição, supermercados e centrais de abastecimento, é um trabalho prático e rápido.

O conforto da cabina é similar ao de um automóvel, assegurando bem-estar a bordo e produtividade. Entre seus diferenciais de mercado inclui-se a cabina estendida, que oferece melhor ergonomia e mais espaço para os ocupantes e para a acomodação de objetos. A Mercedes-Benz é a única marca a oferecer cabina estendida para a distribuição urbana, posicionando o Accelo entre os mais confortáveis do segmento.

A cabina estendida se caracteriza por um prolongamento de 180 mm na parte traseira. Com isso, o banco do motorista ganhou uma nova posição, recuada em 25 mm e com ajuste longitudinal de 210 mm, ampliando o espaço para as pernas. A regulagem do encosto foi aumentada para 25 graus. Isso resulta em maior espaço e melhor ergonomia, principalmente para pessoas de maior estatura, adequando o habitáculo aos mais diversos biotipos de motoristas.

O encosto do banco do acompanhante ganhou mais 6 graus de inclinação. O prolongamento de 180 mm da cabina estendida também permitiu a instalação de 3 porta-objetos atrás dos bancos, obtendo um ganho de volume de 32 litros. Aliado a uma rede na parede traseira, isso torna-se uma ótima solução para guardar objetos e bagagens, contribuindo para melhor organização do espaço.

Outro item importante admirado pelos motoristas, o banco pneumático é oferecido como opcional na versão com cabina estendida. Este banco tem várias regulagens e sua suspensão absorve com excelência as irregularidades da via, oferecendo um alto padrão de conforto e ergonomia.

O tanque adicional de combustível de 150 litros eleva para 300 litros a capacidade total do caminhão, resultando na maior autonomia do segmento. Essa solução exclusiva do Accelo para sua categoria é ideal para aplicações interurbanas e rodoviárias, proporcionando melhor planejamento de paradas para abastecimento.

Os modelos leves Accelo 815 (8.300 kg de PBT – peso bruto total) e Accelo 1016 (9.600 kg de PBT) e o médio Accelo 1316 (13.000 kg de PBT) são equipados com o motor mais robusto do mercado, o que é muito importante na distribuição urbana. O motor Mercedes-Benz OM 924 LA de 4,8 litros, o mesmo utilizado nos semipesados Atego de 17 ton, que se destaca pela força, economia, robustez e durabilidade. O Accelo 1016 e o 1316 têm o maior torque da categoria, até 610 Nm, 10% a mais que seus principais concorrentes.

A linha Accelo tem as maiores plataformas de carga da categoria, com até 0,55 metro a mais que seus principais concorrentes nos modelos 815 e 1016, equivalendo a cerca de 3 m3 a mais de volume de carga. No modelo 1316 a diferença é até 1,85 metro maior que seus principais concorrentes, o que equivale a 7 m3 a mais de volume de carga.

Devido a suas dimensões compactas, a linha Accelo é ideal para o trânsito intenso das grandes cidades. Algumas versões atendem às legislações de restrição de circulação, como o VUC (Veículo Urbano de Carga).