Scania encontra o dono do primeiro caminhão V8 produzido pela marca

por Blog do Caminhoneiro

O sueco Henrik Olsson, hoje com 81 anos, foi o primeiro cliente da Scania a confiar em um caminhão V8. Ele comprou o primeiro caminhão LBT140, logo após seu lançamento, no final da década de 1960.

A Scania só conseguiu encontrar o proprietário graças a um trabalho de detetive de muitos entusiastas da montadora.

“Sempre tive paixão por novas tecnologias – agora estou dirigindo eletricamente”, diz Henrik Olsson, hoje com 81 anos.

No final da década de 1960 ele precisava de um novo caminhão. Seu velho Scania LS76 precisava ser aposentado. O caminhão era usado para transporte de madeira nas florestas de Värmland, no oeste da Suécia. Após fechar a compra de um caminhão convencional, com motor 6 cilindros, o vendedor entrou novamente em contato com Olsson.

“Ele disse que ouviu um boato sobre o lançamento de um modelo completamente novo, um V8”, lembra Olsson, “e se perguntou se eu estaria interessado em me tornar a primeira pessoa a comprar um LBT140”.

A escolha do modelo foi lógica. Eram 350 cavalos de potência, algo excepcional para a época. O LS76 tinha 260 cv de potência. Como o uso do caminhão era praticamente todo em estradas inclinadas, Olsson disse que o LBT140 passou mais segurança.

O caminhão foi usado severamente, e era tão potente, que quebrou a caixa de câmbio algumas vezes. Nessas ocasiões, o serviço da Scania foi excelente, revela Olsson.

Olsson administrou sua empresa por 20 anos, e após isso, vendeu o negócio, tornando-se funcionário da associação de transportadores da província de Värmland. Agora aposentado, ele mantém uma paixão por veículos.

“Sempre me interessei por novas tecnologias, então é claro que fiquei curioso. Dirigir um veículo elétrico é uma ótima sensação; o carro reage instantaneamente, sente-se poderoso e é completamente silencioso. Eu adoraria começar de novo como motorista para poder dirigir caminhões elétricos”, finaliza Henrik Olsson.

O LBT140 foi usado por mais de 600 mil quilômetros pela empresa de Olsson, e após isso foi vendido. O paradeiro atual é desconhecido.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

6 comentários

FABIO OLIVA 17/06/2019 - 20:29

Excelente artigo. Sempre gostei muito de carros.
Tinha uma admiração especial pelo Scania.
Com os amigos sempre saía o comentário de “Scania rei das estradas”. Na época, início dos anos 80, era o que tinha maior relação peso/potência e não perdia quase nada do desempenho em longos trechos de subida.
Parabéns.

Reply
Fabio 17/06/2019 - 20:25

Meu primeiro scania lk v8 foi um da ELKA com carreta graneleira de 2 eixo e depois um 111s branco com carreta tanque esso ķkkkkkkkkkkkkk

Reply
Ruy 17/06/2019 - 15:16

O primeiro caminhão v8 que dirigi foi um R142 Ma, abril de 82, o modelo era 81/82, primeira série do 142 no Brasil, motor com 375 cv o mesmo do 141, logo após veio com 388 cv. Era um salto tecnológico na época em 1982. No primeiro ano andou 4×2, depois trucamos ele ficou “LS”, ou seja, 6×2, truck pneumático.
Saudades do ronco e potência de sobra do motor, deixava todos os outros para trás, mesmo com quase 50 ton de carga numa carreta graneleira de 3 eixos.

Reply
Pedro 17/06/2019 - 15:24

Mentiroso

Reply
Maurício Coutinho 17/06/2019 - 17:33

Quem e vc Pedro pra chamar o outro de mentiroso ?
Vc que é um desinformado ,pois 1982 a Scania já reinava com o seus caminhões .
A Mercedes Benz tinha na sua linha os cavalos Mec 1519 e 1924 .tinha também a fnm 190 e 210 a volvo tava começando com o fucim de porco N10 tudo imbira …
Agora a Scania já reinava com o 112 e o 142 todos reis da estrada por muito tempo meu caro …
Thau pra vc ….

Reply
RODRIGO MESQUITA FERREIRA LIMA 17/06/2019 - 18:18

Kkkkk

Reply

Escreva um comentário