Hyundai apresenta o caminhão conceito HDC-6 Neptune




Um caminhão do futuro inspirado em trens da década de 1930. Essa é a ligação que a Hyundai fez ao apresentar seu caminhão conceiro HDC-6 Neptune na feira North American Commercial Vehicle Show 2019, em Atlanta, nos Estados Unidos.

O veículo, voltado para operações de longas distâncias, tem o visual retrô, mas muita tecnologia dentro da cabine e embaixo do capô. Ele é movido por células de hidrogênio, combustível que, quando queimado, gera apenas água.

A frente do caminhão foi construída dessa forma mais pela função do que pela aparência. Como a queima de hidrogênio gera muito calor, precisa de muito ar para esfriar o líquido de arrefecimento. Por isso, toda a parte frontal inferior é abrangida pela grade, que aumenta consideravelmente o fluxo de ar.

Na lateral, dos desgraus ficam escondidos, para aumentar a aerodinâmica, e a cabine é muito grande internamente, já que todo o sistema de tração é posicionado no chassi.

O HDC-6 Neptune está engatado em um implemento HT Nitro ThermoTech, com um sistema de refrigeração criogênico desenvolvido pela empresa Air Liquide, que reduz as emissões de CO2 em 90%. O sistema também reduz o tempo para refrigeração completa da carga.

A produção de caminhões Hyundai com células de combustível a hidrogênio começará agora na Suíça, onde a empresa irá produzir 1.600 unidades até 2023.

O modelo HDC-6 Neptune é apenas um conceito para testar a aceitação dos transportadores dos Estados Unidos ao uso do hidrogênio com combustível.





Deixe sua opinião sobre o assunto!