Empresa dos Estados Unidos será a fornecedora de baterias para os FNM elétricos

por Blog do Caminhoneiro

A FNM Elétricos iniciou neste ano o desenvolvimento conjunto de caminhões elétricos com a Agrale, em Caxias do Sul-RS. Agora, a empresa anunciou a fabricante de baterias Octillion Power Systems, como fornecedora das baterias que serão usadas nos caminhões da marca.

A Octillion Power Systems tem unidades na Califórnia e Massachusetts, nos Estados Unidos, além de Índia e China, e desenvolve baterias para veículos elétricos e sistemas de armazenamento de energia estacionários.

Inicialmente, a Octillion terá uma unidade de estoque no Rio Grande do Sul. Posteriormente, com o aumento da demanda pelos caminhões da marca, a empresa pode construir uma fábrica completa próxima às instalações da Agrale.

A FNM elétricos, Fábrica Nacional de Mobilidades, irá produzir dois modelos de caminhões elétricos, batizados de 832 e 833, com capacidade de 13 e 18 toneladas de PBT, respectivamente. Com as baterias da Octillion, a autonomia esperada é de 300 km.

Parceria com a Agrale

A FNM Elétricos usará os caminhões da Agrale, chassi e cabine, para montagem dos dois modelos previstos, o FNM 832, com 13 toneladas de PBT, e o modelo 833, com PBT de 18 toneladas.

A Agrale usa cabines de fibra de vidro com estrutura tubular de aço, que receberão nova dianteira, com grade e faróis que remetem aos caminhões FNM D-11000, fabricados na década de 1960. Todo o conjunto mecânico, motor, câmbio e diferencial, será substituido por motores elétricos e baterias.

“Estamos muito orgulhosos de poder participar de mais um projeto inovador em nossa história e certos de que essa iniciativa trará excelentes resultados para a Agrale e seus parceiros de negócio, como também aos usuários finais que adotarem os produtos FNM, com forte proteção ao meio-ambiente e tecnologia de ponta”, destaca o Diretor-Comercial da Agrale, Edson Ares Sixto Martins.

Os novos caminhões FNM estão sendo desenvolvidos na Unidade 2 da Agrale, em Caxias do Sul-RS, e a comercialização, que será feita por encomendas, deverá começar no fim deste ano.

Além do desenvolvimento dos novos caminhões, a FNM Elétricos pretende lançar ônibus com o mesmo conceito, além de oferecer a possibilidade de conversão de caminhões diesel convencionais para modelos elétricos.

Os novos caminhões usarão tecnologia de ponta nos sistemas, e incluirão um pacote de telemetria conectado diretamente aos sistemas de logística das empresas, como câmeras anti-colisão com inteligência artificial, aviso de mudança de pista, alerta de partida de veículos à frente, alerta para motorista fumando e distraído, avanço de sinal vermelho, alerta de colisão e outros.

Por dentro, os caminhões FNM receberão um novo painel, totalmente digital, com telas de grande tamanho mostrando todas as informações referentes ao caminhão e ao motorista.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

2 comentários

Vinícius 02/11/2020 - 10:53

LIXO fraquinho. Não aguenta o tranco do dia-a-dia na estrada por que essas baterias se comportam como capacitores das placas mãe dos computadores, estes, quando ficam sobrecarregados, inflam e vazam seu conteúdo interno. O mesmo acontece com essas baterias, além disso os metais pesados que compõem essas baterias já estão ficando escassos, o que vai encarecendo o custo desses componentes. Até as baterias para sistemas elétricos dos veículos automotores estão encarecendo no mercado mundial, quanto mais as dos veículos elétricos, que são maiores e mais pesadas. O futuro será um mix de soluções para a descarbonizacao do ar, e não um novo monopólio de mercado.

Reply
Arnaldo+Alves+de+Santana 31/10/2020 - 18:45

Parabéns a Agrale pela iniciativa de construir caminhões elétricos

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!