Volkswagen vai investir R$ 2 bilhões e contrata mais 550 colaboradores para sua fábrica

por Blog do Caminhoneiro

A Volkswagen divulgou ontem seu novo ciclo de investimentos no Brasil. Trata-se de um aporte de R$ 2 bilhões, que serão investidos nos próximos 5 anos na operação da montadora no Brasil. Esse é o maior investimento já realizado pela fabricante no país. Além do anúncio do investimento, a VW noticiou que o Consórcio Modular VW realizou a contratação de mais 550 colaboradores em Resende-RJ.

ARoberto Cortes, CEO da Volskwagen Caminhões e Ônibus, também anunciou que, após a finalização da compra da Navistar pelo Grupo Traton, provavelmente em junho de 2021, a Volkswagen vai aumenta a sinergia e troca de tecnologias com a montadora norte-americana para o Brasil.

“Este novo ciclo de investimentos focará em novas tecnologias para uma mobilidade mais sustentável, como a propulsão elétrica e a melhoria da eficiência energética com redução de CO2. E ainda na digitalização e na conectividade para soluções de transporte cada vez mais modernas e eficientes. Também seguiremos investindo na melhoria contínua de nossos produtos e na internacionalização da marca Volkswagen Caminhões e Ônibus”, diz Roberto Cortes.

Cortes também destacou que o momento pede o atendimento às encomendas e diz que a montadora confia no Brasil para investir, contratar e buscar parcerias internacionais.

Contratações

Os 550 colaboradores contratados irão atuar nas duas linhas de montagem em Resende-RJ, principalmente ampliando a produção dos modelos Constellation 33.460 6×4, Meteor 28.460 6×2 e Meteor 29.520 6×4.

“A nova linha de extrapesados Volkswagen, lançada há pouco mais de três meses, é um grande sucesso. E o mercado brasileiro de caminhões está se recuperando após ter sido fortemente afetado pela pandemia da Covid-19”, explicou o executivo.

Investimento

O investimento será usado, principalmente, para desenvolvimento de tecnologias alternativas ao diesel, como eletrificação. A Volkswagen já testa, com sucesso, o modelo e-Delivery, e já recebeu mais de 100 encomendas do modelo, principalmente da Ambev, que usará os caminhões para entrega de bebidas em grandes centros.

O montante também vai servir para a Volkswagen estudar e desenvolver tecnologias de direção autônoma, mais isso só deverá ocorrer mais próximo a 2025.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

2 comentários

gilmar nascimento alves 14/12/2020 - 16:25

tambem acho jackson a nao ser que eles elevem as potencias e usem as cabines euro6 para dar uma mudada na linha atual

Reply
Jackson 11/12/2020 - 22:19

Acho que a MAN vai sumir lentamente do mercado no ano que vem…

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!