Alta de 2,4% – ANTT publica nova tabela com preços de frete

A ANTT publicou hoje no Diário Oficial da União os novos valores para a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (PNPM-TRC), conhecida como tabela de fretes.

Os novos valores apresentam alta média de 2,34% para carga de alto desempenho e 2,51% para cargas lotação. Os novos valores podem ser consultados abaixo, junto com o cálculo para saber o valor correto do frete à receber.

Para o reajuste dos valores, a ANTT levou em consideração o IPCA, índice oficial da inflação no país, e também os valores do diesel. Para 2021, o IPCA passará de 3,34% para 3,43%.

Os valores da tabela de fretes devem ser atualizados pela ANTT sempre antes de 20 de janeiro e 20 de julho de cada ano, ou também se o valor do diesel oscilar mais de 10% em um único mês.

Como calcular os valores de fretes

De acordo com a resolução 5.867/2020, o cálculo dos valores dos fretes deve ser feito da seguinte forma:

1º – Saber o tipo de carga a ser transportada
2º – Saber o tipo de veículo, por eixos
3º – Identificar os coeficientes de custo de deslocamento (CCD) e de carga e descarga (CC)
4º – Saber a quilometragem do percurso
5º – Realizar o cálculo
PISO MINIMO DO FRETE (R$/viagem) = (DISTANCIA x CCD) + CC

Além desse valor, o caminhoneiro deve receber os valores do pedágio, o lucro e tributos referentes à operação de transporte.

Novos valores

Os novos valores já estão valendo, e podem ser conferidos na imagem abaixo:

 

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!

Na década de 1980, caminhão elétrico já era realidade no Brasil Conheça os caminhões mais vendidos do Brasil em novembro Caterpillar apresenta caminhão gigante totalmente elétrico Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA