Scania apresenta modelos 6×4 e 8×4 com suspensor de eixo

A Scania está apresentando o novo sistema de eixos em tandem RB662, que tem como função opcional a suspensão do último eixo. Essa tecnologia garante redução de consumo de combustível de até 6%, e redução do desgaste dos pneus, além de reduzir o raio de giro para manobras.

De acordo com a Scania, a suspensão do segundo eixo trativo acontece em menos de 25 segundos, e, com o levantamento, o cardã é desacoplado dele. O sistema recebeu o nome de liftable and disengageable tandem bogie (LDTA).

“Esta é uma função altamente desejada pelos clientes em certas aplicações e tenho o prazer de anunciar esta solução muito bacana. Sem carga, a diferença no consumo de combustível pode ser de até 6%, dependendo da operação. Isso é substancial, especialmente quando se considera um trajeto de retorno de 150 a 200 quilômetros, como costuma ser o caso com caminhões de transporte de madeira na Suécia. E, além disso, você também obtém menos desgaste dos pneus e maior capacidade de manobra”, , disse Bo Eriksson, gerente de produto da Scania Trucks.

Esses sistema só pode ser instalado em caminhões Scania com suspensão a ar, e também aumenta o peso total do veículo em 60 quilos.

A economia de combustível é potencializada pelo atrito reduzido dentro da carcaça do segundo eixo, com 5,4% do total da economia apenas pelo sistema estar desacoplado. Os outros 0,6% da economia vem da redução da resistência ao rolamento proporcionada pelo fato dos quatro pneus traseiros não tocarem a estrada.

Na cabine, o motorista desacopla e ergue o eixo com o toque de apenas um botão. Um sistema de embreagem entra em ação e afasta a conexão do cardã. Caso haja sobrecarga sobre o primeiro eixo de tração, um aviso é mostrado no painel e o eixo não será levantado.

O sistema também permite que o eixo seja levantado em qualquer velocidade. A novidade está disponível apenas para modelos com tração 6×4 e 8×4, não podendo ser instalado em modelo 8×6, por exemplo, nem em versões com redução dos cubos.

“Definitivamente esperamos que essa opção seja incluída em muitos caminhões. O custo adicionado será rapidamente compensado devido à contribuição óbvia e altamente positiva para a economia operacional total de nossos clientes”, finaliza Eriksson.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

7 comentários

Barros 15/01/2021 - 05:18

Tem sensor de carga, mongo. Não tem como levantar carregado.

Reply
Rodrigo Schneider Stubs 14/01/2021 - 07:29

Quero ver quando tiver engatado no nove eixo carregado se vai erguer?!?!?!?

Reply
Antonio Carlos de Carvalho Nascimento 13/01/2021 - 14:57

Deixou de colocar a economia de pedágio com o eixo suspenso.
A volvo já vem com esse seguimento desde 2017.

Reply
Antonio Carlos de Carvalho Nascimento 13/01/2021 - 14:53

Deixou de colocar também na matéria a economia de pedágio com o eixo suspenso.
A volvo já opera com esse sistema desde 2017.

Reply
arlindo nunes filho 13/01/2021 - 12:28

Se não me falhe a memoria , essa ” inovação ” já existe no volvo a alguns anos .

Reply
Giba 13/01/2021 - 07:50

Beleza! Agora, pra quem conhece geometria veicular outra belezura pra dar desgaste irregular nos pneus da dianteira…. uma hora 6×4, na outra 4×2….depois não reclamem!!

Reply
Toledo Ferreira 12/01/2021 - 23:13

Aleluia !!!

Reply

Deixe um comentário!

Na década de 1980, caminhão elétrico já era realidade no Brasil Conheça os caminhões mais vendidos do Brasil em novembro Caterpillar apresenta caminhão gigante totalmente elétrico Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA