Ex-CEO da Nikola é acusado de enganar investidores

por Blog do Caminhoneiro

O bilionário fundador e ex-presidente-executivo da Nikola Corporation, Trevor Milton, foi acusado formalmente, em caráter criminal, por enganar investidores ao mentir para eles sobre a fabricante de caminhões elétricos e movidos a hidrogênio.

Apesar de uma ampla defesa e de se declarar inocente, Trevor Milton, recebeu a acusação por uma série de provas apresentadas contra ele.

O executivo mentiu sobre os avanços da tecnologia em caminhões movidos a hidrogênio, desenvolvidos por sua empresa, levando os acionistas a acreditarem que o lançamento da tecnologia no mercado estava próximo, o que fez o preço das ações da Nicola dispararem.

A fiança estipulada por um juiz federal foi de US$ 100 milhões, que foi paga temporariamente com duas casas do executivo. A pena para esse tipo de crime nos Estados Unidos pode dar até 25 anos de prisão.

A empresa não foi colocada na ação federal nas acusações, por ter colaborado desde o início com as investigações, que apontaram Trevor Milton como o principal culpado pelo engano nos investidores.

Além dessa ação, o executivo enfrenta outras ações da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, que entrou com ações civis relacionadas a essas. Atualmente, as ações da Nikola estão sendo negociadas por US$ 12,70, em média, menos de 30% do valor que atingiu antes do escândalo ser divulgado.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR
CLIQUE AQUI PARA PARTICIPAR DO NOSSO CANAL DO TELEGRAM

Deixe um comentário sobre o tema!