Mais caminhões desgovernados usam área de escape na BR-376

por Blog do Caminhoneiro

A área de escape instalada no km 667,3 da BR-376/PR, na cidade de Guaratuba-PR, foi responsável por mais uma vida salva neste domingo, 18 de julho. Por volta das 02h30, um caminhão precisou usar o sistema.

De acordo com o motorista, o caminhão, carregado com 14 toneladas de laranja, teve problema no sistema de freios, e precisou usar a área de escape para evitar um acidente.

Com essa entrada na área de escape, 145 vidas já foram salvas desde a inauguração do sistema, que ocorreu no final de 2019.

Três em menos de 24 horas

Entre as noites de 15 e 16 de julho, em um intervalor de quase 22 horas, três caminhões sem freios usaram a área de escape.

A primeira ocorrência foi registrada às 23h38 da noite de terça-feira, quando o motorista de um caminhão fez uso do dispositivo, após perceber que o veículo apresentou problemas no sistema de frenagem. O condutor, de 51 anos, direcionou o caminhão para Área, parando em segurança ao adentrar 32 metros no dispositivo. O veículo foi removido da Área às 02h14.

Menos quatro horas depois, o segundo registro de entrada – às 06h02 já na manhã de quarta-feira. Desta vez, o condutor do caminhão, com 14 toneladas de roupas, percebeu problemas de freios dois quilômetros antes do dispositivo. Por fazer esta rota semanalmente, o motorista de 30 anos já conhecia o dispositivo e fez uso da Área – adentrando 55 metros até parar em segurança.

Também na quarta-feira, agora no período na noite, a terceira entrada – registrada às 20h57. Nesta última, o motorista também percebeu problema pneumático – quando decidiu fazer uso da Área antes de perder por completo a eficiência dos freios. O motorista 70 anos conduziu o caminhão por 45 metros na Área até a parada segura. O caminhão estava carregado com 14 toneladas de farinha de trigo.

Essa Área de Escape – inaugurada em novembro de 2019 pela Arteris Litoral Sul – possui um sistema de pórtico rolante automatizado – que facilita a remoção dos veículos da Área e liberação para operação.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!