MACK entrega os primeiros caminhões basculantes pesados para o Exército Norte-Americano

por Blog do Caminhoneiro

O Exército dos Estados Unidos recebeu nesta semana as primeiras unidades do caminhão MACK M917A3 (HDT), um modelo basculante pesado, de um grande lote que será entregue nos próximos anos. Os caminhões foram desenvolvidos em parceria entre a MACK Defense e as forças armadas do país.

“É uma honra escrever o próximo capítulo na rica história da MACK, com a produção de veículos para as forças armadas dos EUA nesta linha de produção dedicada, e entregar o primeiro Veículo Tático Pesado com Rodas que o Exército dos EUA adicionou ao seu portfólio em 12 anos. Esperamos cumprir nosso contrato atual e as necessidades do Exército dos EUA, entregando veículos que conquistaram a aceitação das Forças Armadas por meio de rodadas bem-sucedidas de testes rigorosos”, disse David Hartzell, presidente da MACK Defense.

O modelo M917A3 (HDT) é construído sobre o chassi do modelo vocacional MACK Granite, um dos mais vendidos para operações como basculante ou betoneira na América do Norte.

Os modelos militares serão usados pelas unidades de engenharia do Exército, em missões de construção e manutenção de locais estratégicos, como estradas, aeródromos, pistas de pouso, instalações de abastecimento e parques de motores.

“Muitas das missões do Exército ocorrem em ambientes extremamente rigorosos, então, se precisarmos construir coisas para apoiar operações de combate ou treinamento, os caminhões basculantes são absolutamente essenciais para a força militar”, disse Wolfgang Petermann, gerente de projetos do Exército dos EUA para Sistemas de Transporte.

Apesar de ser um dos mais modernos do mundo, o Exército dos Estados Unidos conta com veículos muito antigos em operação como basculantes, alguns com quase 50 anos de uso.

A MACK irá entregar até 683 caminhões M917A3, entre versões convencionais e blindadas, em um contrato de quase US$ 300 milhões. Para produção dos caminhões, a montadora investiu quase US$ 7 milhões em uma linha de montagem dedicada para o modelo, em Macungie, Pensilvânia.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!