Versão elétrica da Sprinter ganha versão mais sustentável na Europa

por Blog do Caminhoneiro

A Mercedes-Benz eSprinter, totalmente elétrica, recebeu uma variedade de soluções inovadoras projetadas para melhorar a qualidade de vida nas cidades, oferecendo possibilidades para conservar recursos, proteger o clima e melhorar a saúde e a segurança do motorista e de outros usuários da estrada. Essa é a impressão tangível de como a sustentabilidade poderá ser vista no futuro da logística urbana com a van totalmente elétrica, Mercedes-Benz SUSTAINEER (SUSTENAINBILITY PIONEER).

Entre os diferenciais estão um filtro de partículas finas no módulo frontal e na parte inferior da carroceria, um painel solar no teto, peças componentes feitas de materiais reciclados e um sistema de aquecimento próximo à carroceria. As inovações e soluções técnicas que integram o SUSTAINEER foram pensadas tendo em vista a possibilidade de produção em série, para que seja viável a sua utilização nas futuras gerações de veículos Mercedes-Benz Vans.

Como parte da estratégia “Ambition 2039”, a Mercedes Benz Vans segue o objetivo de tornar a frota de vans particulares e comerciais neutras em todo o seu ciclo de vida – desde a fase de desenvolvimento até a rede de abastecimento, e desde os próprios processos de fabricação da empresa e a eletrificação de produtos até o uso de energia renovável para a operação de veículos elétricos. A partir de 2022, a produção será neutra em carbono em todas as fábricas de vans da empresa em todo o mundo e usará apenas eletricidade de fontes de energia renováveis.

A qualidade do ar é um fator chave para o bem-estar nas áreas urbanas. Junto com as emissões de CO2, o tráfego rodoviário também produz níveis significativos de poluição por partículas. O SUSTAINEER possui uma série de novidades projetadas para minimizar ainda mais a produção de partículas causadas pelo desgaste de pneus, freios e asfalto. Isso inclui dois filtros de partículas finas desenvolvidos em colaboração com os especialistas em filtração MANN + HUMMEL, discos de freio de baixa emissão e baixo desgaste e pneus que são otimizados para resistência ao rolamento e, portanto, têm baixos níveis de ruído e desgaste.

A utilização de energia proveniente de recursos renováveis ​​é um fator importante no ciclo de vida de um veículo elétrico no que diz respeito à prevenção das emissões de CO2. Isso ocorre porque cerca de 50% do carbono de um veículo elétrico a bateria vem da atual mistura de eletricidade da UE durante o período de uso – em outras palavras, devido ao nível de CO₂ associado ao processo de carregamento. A Mercedes-Benz Vans está, portanto, se comprometendo com o carregamento verde no futuro, e o SUSTAINEER demonstra a viabilidade de um veículo gerar sua própria eletricidade verde a partir de um painel solar no teto.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!