Contran apresenta nova placa preta para veículos de coleção

por Blog do Caminhoneiro

Após a adoção do novo sistema de placas Mercosul, os colecionadores de veículos antigos tiveram uma grande decepção. As famosas placas pretas desapareceriam, com as novas placas para veículos de coleção tendo apenas as letras em um tom diferente, o cinza prata.

Após a realização de uma consulta pública, o Contran decidiu pela volta da placa com o fundo preto, mantendo o padrão Mercosul. Essas placas poderão ser usadas exclusivamente dentro do Brasil, não permitindo que o veículo de coleção equipado com elas viaje para outros países do Mercosul.

De acordo com a Resolução 887, de 13 de dezembro de 2021, as novas placas terão o fundo preto, com letras brancas, apesar de manterem todas as outras características das placas Mercosul, como as 4 letras e 3 números, as margens brancas e “Brasil” na parte superior, perdendo brasão do Mercosul e mantendo a Bandeira do Brasil.

A placa preta foi adotada há mais de 20 anos, com uma alteração no novo Código de Trânsito Brasileiro, para veículos de colecionadores que tenham no mínimo 30 anos de fabricação.

Esses veículos também precisam ter pelo menos 85% de originalidade, mantendo o mesmo padrão de quando saiu de fábrica, e não são aceitas alterações de cor, acessórios de outras épocas, suspensão rebaixada e até película nos vidros.

Outro detalhe é o estado de conservação do veículo. Ele precisa estar impecável, pronto para rodar para todos os lugares.

Essa avaliação da originalidade geralmente é feita por clubes de veículos antigos com inscrição no Denatran. Após a detalhada avaliação, se o veículo atender a todos os requisitos, poderá receber a nova placa, com o fundo preto, atestando sua originalidade.

Para ver todos os detalhes da Resolução 887 do Contran, você pode acessar o link https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-contran-n-887-de-13-de-dezembro-de-2021-369277080.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!