Os textos mais lidos do segundo trimestre de 2021 no Blog do Caminhoneiro

por Blog do Caminhoneiro

Nesta semana, iniciamos a publicação, por trimestre, dos textos mais lidos do ano de 2021 no Blog do Caminhoneiro. Serão destacados os três textos mais lidos de cada mês, com um pequeno resumo do conteúdo de cada artigo, que você poderá ver na íntegra nos links destacados logo abaixo de cada resumo.

Abril

1º Lugar – O maior caminhão rodoviário do mundo está a venda na Europa

Quando você imaginar um caminhão grande, pode pensar no Nicolas Tractomas, um monstro 8×8 ou 10×10, com motor Caterpillar C27, com 27 litros de cilindrada, 1.150 cavalos de potência, indicado para transporte de cargas superdimensionadas com até 500 toneladas de peso. Neste ano, uma das unidades produzidas pela Nicolas foi colocada à venda pela Bas Trucks, da Holanda.

O maior caminhão rodoviário do mundo está a venda na Europa

2º Lugar – Primeiro Volvo FH com cabine gigante está a venda por 124 mil Euros

O Volvo FH XXL é um modelo projetado e produzido com o conforto do motorista em mente. A cabine é 600 litros maior que a tradicional, sendo 25 cm mais longa, e oferece maior comodidade para o caminhoneiro. Por isso, esse texto foi o segundo mais lido de abril de 2021.

Primeiro Volvo FH com cabine gigante está a venda por 124 mil Euros

3º Lugar – Grupo G10 adquire 200 caminhões Scania R 500 e R 540

Renovações de frota acontecem quase todos os dias, mas com 200 caminhões não é sempre. Por isso, quando o Grupo G10 adquiriu 200 caminhões Scania R500 e R540, milhares de leitores quiseram saber os detalhes da compra.

Grupo G10 adquire 200 caminhões Scania R 500 e R 540

Maio

1º Lugar – Você sabe o porquê de os caminhões brasileiros e norte-americanos serem tão diferentes?

Nos Estados Unidos, caminhões com cabines gigantes rodam por toda parte, assim como acontece no Canadá. Esses caminhões, muito diferentes dos modelos europeus, que dão origem aos caminhões brasileiros. Nesse texto, que faz sucesso até hoje, explicamos o porque de os modelos terem tantas diferenças.

Você sabe o porquê de os caminhões brasileiros e norte-americanos serem tão diferentes?

2º Lugar – Caminhoneiro é homenageado pela transportadora por 43 anos de serviços prestados

Trabalhar como caminhoneiro por mais de 40 anos não é para qualquer um. Agora imagine trabalhar por mais de quarenta anos como caminhoneiro para a mesma transportadora. É o caso do Neville, que foi homenageado pela Eddie Stobart no Reino Unido.

Caminhoneiro é homenageado pela transportadora por 43 anos de serviços prestados

3º Lugar – Caminhão “bicudo” da Renault reduz o consumo em 12,5%

Um Renault Série T com a frente mais bicuda conseguiu reduzir consideravelmente o consumo de combustível na Europa, dentro do programa Optifuel Lab da Renault. Chamado de Falcon (Flexible & Aerodynamic truck for Low CONsumption, ou Caminhão Flexível e Aerodinâmico para Baixo Consumo), foi desenvolvido em mais de 18 meses de trabalho da montadora francesa.

Caminhão “bicudo” da Renault reduz o consumo em 12,5%

Junho

1º Lugar – Bombardeiro nuclear da Força Aérea dos EUA é transportado por mais de 300 km em rodovias

Aviões podem voar, mas, de vez em quando, precisam de estradas para irem de um lugar para outro. Foi o caso desse Rockwell B-1 Lancer, um bombardeiro pesado que foi desativado e enviado para uma universidade, onde será estudado, para aprimorar o desenvolvimento de aviões para o futuro.

Bombardeiro nuclear da Força Aérea dos EUA é transportado por mais de 300 km em rodovias

2º Lugar – Smith Transport é a primeira empresa a receber o Peterbilt 579 da nova geração

No início desse ano, a Peterbilt anunciou a chegada da nova linha 579, mais tecnológica e aerodinâmica que a geração anterior, reduzindo o consumo e ampliando o conforto, sem perder o charme. Quando foi lançado, a Smith Transport já fez pedidos do modelo, mas não contava que seria a primeira a receber o caminhão.

Smith Transport é a primeira empresa a receber o Peterbilt 579 da nova geração

3º Lugar – Carretas com cargas gigantes irão circular pela Régis Bittencourt até o próximo dia 18

Carretas com cargas gigantes sempre chamam a atenção, mas essas chamaram muito a atenção. Se deslocando entre Paranaguá-PR e Indianópolis-MG e entre Blumenau-SC para Embu das Artes-SP, as gigantes pesavam mais de 400 toneladas cada, e rodaram com velocidade média de apenas 5 km/h.

Carretas com cargas gigantes irão circular pela Régis Bittencourt até o próximo dia 18

Esses nove textos foram os mais lidos do segundo trimestre de 2021, em cada um dos meses. Acompanhe amanhã, 29/12, a publicação dos textos mais lidos do terceiro trimestre aqui no Blog do Caminhoneiro. E não deixe de ler os textos na íntegra, comentar e compartilhar. Sua interação é muito importante para nós.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!