SPMAR faz ação para alertar motoristas sobre o exame toxicológico

por Blog do Caminhoneiro

Mais de um milhão de motoristas profissionais de todo o Brasil estão com o exame toxicológico periódico vencido ou não realizado, em prazos que se encerram todos os meses. Por isso, a SPMAR iniciou, nos trecho Sul e Leste do Rodoanel Mario Covas, uma ação de alerta sobre o fim do prazo para realizar o exame toxicológico obrigatório na renovação da carteira de motoristas profissionais. A ação integra a campanha da Associação Brasileira de Concessionária de Rodovias (ABCR) e da Associação Brasileira de Toxicologia (ABTox).

Serão distribuídos folhetos e fixados cartazes nas bases de apoio, e mensagens serão usadas nos painéis posicionados ao longo da via, sempre reforçando a importância da obrigatoriedade do exame para motorista profissional das categorias C, D e E. Haverá ainda um reforço aqueles cuja habilitação tem validade entre janeiro e abril de 2024, tendo como prazo final para realizar o exame toxicológico o dia 31 deste mês.

“A segurança na estrada diz respeito a todos nós. E nesse caso, a obrigatoriedade do exame aos profissionais da estrada é uma garantia a mais para aqueles que circulam pelo sistema viário” afirma Moscos Fonseca, diretor executivo da concessionária SPMAR.

Dados

Levantamento da ABTox mostra que mais de um milhão de motoristas profissionais ou estão com o exame toxicológico vencido ou não fizeram. De acordo com o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir após 30 dias do vencimento do exame toxicológico é considerado infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35 e suspensão do direito de dirigir por três meses, contados a partir da apresentação do resultado negativo para o uso de substâncias psicoativas.

São obrigados a realizar o exame os motoristas de caminhões e transportes de passageiros, conforme as categorias de habilitação enquadrados. Quando o resultado do teste apresenta resultado negativo, a situação do condutor é atualizada automaticamente com a publicação do laudo no Registro Nacional de Condutores Habilitados (RENACH).

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Deixe um comentário!