Governo investirá mais de R$ 400 milhões na recuperação de estradas federais danificadas pelas chuvas

por Blog do Caminhoneiro

O Ministério da Infraestrutura recebeu um crédito extra de R$ 418 milhões, que serão usados na recuperação das estradas federais danificadas pelas fortes chuvas em quatro regiões do país. Conforme a Medida Provisória nº 1.097, publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (21), os recursos serão direcionados ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

A medida destinou R$ 133 milhões para obras de conservação e recuperação de ativos de infraestrutura da União afetados na Região Norte, R$ 36 milhões para o Centro-Oeste, R$ 191 milhões para o Sudeste e R$ 58 milhões ao Nordeste do país.

O estado que receberá o maior montante é Minas Gerais, com o total de R$ 120 milhões, e o Piauí será o que vai receber menos recursos, R$ 3 milhões.

  • Acre: R$ 30 milhões
  • Amazonas: R$ 18 milhões
  • Bahia: R$ 30 milhões
  • Espírito Santo: R$ 45 milhões
  • Goiás: R$ 9 milhões
  • Maranhão: R$ 25 milhões
  • Mato Grosso: R$ 27 milhões
  • Minas Gerais: R$ 120 milhões
  • Pará: R$ 35 milhões
  • Piauí: R$ 3 milhões
  • Rio de Janeiro: R$ 20 milhões
  • Rondônia: R$ 26 milhões
  • São Paulo: R$ 6 milhões
  • Tocantins: R$ 24 milhões
  • Total: R$ 418 milhões

Prioridades

Equipes do DNIT realizam trabalho de campo para identificar danos na malha rodoviária e definir prioridades nas obras de restauração. A verba terá aplicação imediata em locais onde o nível da água começou a baixar e as obras podem começar. O diagnóstico apontou os estados a serem beneficiados: Acre, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo e Tocantins.

Nestes estados, será priorizada a restauração de rodovias federais afetadas pela ocorrência de enxurradas em áreas com maior declividade, inundações dos rios urbanos parcialmente canalizados, alagamentos em áreas rebaixadas com drenagem insuficiente e deslizamentos de terra pontuais.

Além disso, o órgão também trabalha em serviços emergenciais, para manter o tráfego fluíndo e possibilitar o atendimento às populações que sobre com as chuvas.

No final do ano passado, o Governo Federal já havia destinado crédito extraordinário de R$ 200 milhões para a reconstrução de rodovias federais danificadas em cinco estados: Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Pará e Amazonas.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro | Com informações do Ministério da Infraestrutura

Deixe um comentário!