Quando a traseira alta faz sentido

por Blog do Caminhoneiro

No Brasil, o uso de caminhões com a traseira arqueada é um moda estética entre muitos caminhoneiros, que alteram a suspensão do veículo, chegando a deixar a traseira com mais de dois metros de altura.

De acordo com especialistas e engenheiros de montadoras, essa alteração não traz nenhum benefício, dificultando operações de carga e descarga e também podendo acarretar em acidentes, como tombamentos, e também fica mais perigoso em caso de colisão traseira.

Mas, uma empresa canadense oferece, de fábrica, uma carreta com a traseira levantada. E, nesse caso, a modificação do veículo faz sentido. E continua sendo segura. A fabricante é a Trout River, que oferece uma ampla linha de implementos Live Bottom.

Esses implementos se parecem com basculantes, mas o implemento não precisa ser levantando por um pistão hidráulico para o descarregamento. Ele é feito por meio de uma correia transportadora, instalada na parte central da carroceria, que consegue mover toda a carga para trás com facilidade.

Sem a necessidade do levantamento do implemento, reduz-se o risco de tombamento, e facilita operações em locais confinados, com redes elétricas aéreas e outros. Geralmente, as vendas da Trout River se concentram em implementos para construção de estradas, transporte de materiais de construção e agricultura.

E é para operações agrícolas que surgiu o Rear Lift Live Bottom Trailer. Esse semirreboque tem um sistema de elevação invertido, que ergue a parte traseira da caixa de carga. Assista abaixo.

Graças ao sistema de descarregamento por esteiras, a carga, geralmente fertilizantes, podem ser descarregados diretamente dentro dos implementos agrícolas. Quando o implemento é levantado, os eixos se movem para a frente, oferecendo o espaço necessário para a entrada do implemento sob o chassi da carreta.

Esse implemento só pode ser levantado quando está parado, em terreno plano, e é recomendado que não haja movimentação do caminhão com a traseira erguida, para evitar acidentes. O acionamento é parecido com o de uma carreta basculante convencional.

A Trout River fabrica diversos tipos de implementos, incluindo um modelo com oito eixos, que pode rodar no Canadá e no estado norte-americano do Michigan.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

2 comentários

Phrr 06/03/2022 - 06:45

Não é no Brasil. Aqui usam pra nada.🤦

Reply
Rodrigo Salvador 03/03/2022 - 21:39

Anos de engenharia, bravos engenheiros. Isto basta.

Reply

Deixe um comentário!