Scania inicia venda de caminhões movidos a GNL

por Blog do Caminhoneiro

A Morada Logística é a primeira empresa do Brasil a adquirir caminhões Scania movidos a Gás Natural Liquefeito, ou GNL. A transportadora já recebeu a primeira unidade e vai receber mais quatro caminhões ao longo do ano. O primeiro caminhão será usado em uma operação dedicada no interior de São Paulo. Contando com os caminhões movidos a Gás Natural Comprimido, ou GNC, a empresa vai totalizar mais de 30 unidades.

Os caminhões a GNL tem uma faixa de autonomia de 1.200 km, em média, três vezes acima da média percorrida pelo modelos movidos com GNC.

“Demos mais um passo histórico, desta vez com a Morada Logística. A Scania assumiu com muita responsabilidade o desafio de liderar a transição para um sistema de transporte mais sustentável. A primeira venda de caminhões movidos a GNL mostra o amadurecimento da Morada na preocupação com a sustentabilidade e a visão de futuro, baseada em viabilidade de dados concretos, escolhendo uma solução que trará muitos benefícios para sua operação. Parabéns para a Morada pelo pioneirismo e visão mais sustentável, e por fazer parte de um seleto grupo de transportadoras que grava seu nome na história do transporte de cargas pelo propósito singular de tornar o planeta menos poluído e dependente do diesel”, afirma Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Soluções da Scania no Brasil.

“Com mais de 500 equipamentos próprios e 60 milhões de quilômetros rodados por ano, entendemos a nossa responsabilidade e queremos contribuir com a sustentabilidade do transporte rodoviário de cargas. Investir em veículos menos poluentes está entre as nossas apostas de negócio”, explica André Leopoldo, CEO da Morada Logística.

Desde que começou a operar caminhões a gás da Scania, em 2019, ainda em testes para a montadora, a Morada Logística já percorreu mais de 400 mil quilômetros com os veículos entre o interior de São Paulo e o Porto de Santos.

Os novos caminhões da empresa são do motor R 410 6×2, e serão usados com carretas vanderleia, de eixos espaçados.

“Operar com equipamentos que utilizam combustíveis alternativos faz parte da estratégia da empresa em oferecer soluções mais completas aos nossos clientes. Atendemos grandes embarcadores, cuja preocupação com políticas ESG (Environmental, Social and Governance) tem aumentado nos últimos anos. Dividir essa responsabilidade é parte importante de nossa parceria”, aponta o CEO.

Linha Scania a gás: seguros e viáveis

Os pioneiros caminhões pesados Scania movidos a gás (natural e/ou biometano) são vocacionados para médias e longas distâncias. Seus motores Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis) são movidos 100% a gás natural e/ou biometano, ou mistura de ambos. Os motores não são convertidos do diesel para o gás, têm garantia de fábrica, tecnologia confiável e desempenho consistente e força semelhante ao diesel. Além de serem mais silenciosos. As potências são: 280, 340 ou 410 cavalos.

A segurança é total em caso de acidentes ou explosão. Os cilindros e válvulas são certificados pelo Inmetro (em conformidade com a lei). São três válvulas (vazão, pressão e temperatura) que liberam o gás em caso de anomalia em um destes três quesitos. Os cilindros são extremamente robustos (o material é de ogivas de mísseis). Em caso de incêndio ou batida o gás é liberado para a atmosfera e se dissolve sem perigo de explosão ao contrário de um veículo similar abastecido a diesel que é mais perigoso, pois o líquido fica no chão ou em cima do caminhão.

Na sustentabilidade, a Scania tem um planejamento fundamentado nos pilares da eficiência energética, transporte inteligente e seguro e combustíveis alternativos e eletrificação. Além da conectividade que torna a gestão do cliente mais completa, com frotas eficientes e reduzindo custos e emissões de poluentes.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

1 comentário

José Soares dos Santos 18/02/2022 - 22:13

Eu sempre vi a Scania como uma empresa que se preocupa muito com a segurança e o bem estar das pessoas que montam e às que vão usar os caminhões e a beleza no que faz, até que então eu comecei a fazer parte do time de montagem, e vi que a preocupação com a qualidade e segurança no que é feito vai bem além do que podemos ver de fora, trabalhei apenas um ano, más aprendi muitas coisas boas.
Tenho certeza que os caminhões à gás , garantem e ajudarão as empresas que utilizarem à fazer sucesso

Reply

Deixe um comentário!