Vendas de caminhões iniciam 2022 com crescimento

por Blog do Caminhoneiro

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, Fenabrave, divulgou os números das vendas de veículos no Brasil em janeiro, mostrando que as vendas de caminhões apresentaram alta na comparação com janeiro de 2021, apesar do número de unidades vendidas ser inferior do que o registrado em dezembro.

“O resultado é conjuntural e acontece, principalmente, em função dos baixos estoques das Concessionárias, em dezembro, da persistente falta de produtos – ainda provocada pela escassez de insumos e componentes e, também, devido à sazonalidade do período. Além desses fatores, a alta nas taxas de juros restringiu a aprovação de crédito para financiamentos e, também, tivemos queda na renda do consumidor, pelo aumento da inflação, em que pese tenhamos tido melhora dos níveis de emprego no país. Avaliando a sazonalidade, lembro que, em janeiro, a renda familiar fica mais comprometida, em função dos impostos e gastos com matrículas e materiais escolares, por exemplo, o que acaba afetando a decisão de compra do consumidor”, explica José Maurício Andreta Jr., Presidente da Fenabrave.

Apesar do número cair em relação a dezembro, a Fenabrave destaca que o segmento de caminhões continua aquecido, com a programação para entrega de muitas encomendas para o próximo semestre.

“Ainda existe espera por alguns modelos, mas, aos poucos, a demanda vai sendo atendida. Em dezembro de 2021, houve um grande volume de emplacamentos o que, se comparado a janeiro de 2022, resultará na retração que tivemos, de quase 29%. O resultado do primeiro mês de 2022 é o melhor entre os meses de janeiro, desde 2014, afirma Andreta Jr.

Foram vendidos 8.517 caminhões no mês passado, 17,33% mais do que no mesmo período de 2021, quando foram vendidos 7.259. Já na comparação com dezembro, quando foram vendidos 11.985, houve queda, de 28,94%.

A Volkswagen/MAN segue dominando as vendas junto com a Mercedes-Benz. A VW emplacou 2.345 unidades, e a MB 2.309, respondendo, em conjunto, por 54,64% das vendas no Brasil. Volvo é a terceira, com 1.726 emplacamentos, seguida pela Iveco, em quarta, com 848, Scania com 683, e DAF com 528.

Entre os modelos, o rei não perdeu sua majestade, e segue liderando as vendas. Estamos falando do Volvo FH 540, modelo mais vendido de 2021, que segue à frente, com 776 unidades vendidas em janeiro. O DAF XF é o segundo, com 499 emplacamentos, apesar da Fenabrave não fazer distinção dos modelos, como acontece com outras montadoras.

O VW Deliverý 11.180 registra 393 emplacamentos, seguido pelo Volvo FH 460, com 310 unidades vendidas, e o Volvo VM 270 é o quinto mais vendido, com 298 emplacamentos em janeiro.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

1 comentário

Rogerio De Souza Silva 16/02/2022 - 09:10

O meu comentário vai em forma de pergunta.
Como fã de caminhões e principalmente da Scania, gostaria de saber qual seria os motivos pelo qual não vendeu bem em janeiro de 2022,ficando em 8 como caminhão mais vendido?

Reply

Deixe um comentário!