Gerenciadora de risco – Um inferno na terra

Rotineiramente no escritório o motorista entre em contato: Ranalli a gerenciadora me bloqueou…. Ranalli a gerenciadora não quer deixar me contratarem…

Absurdamente a sua vida profissional está nas mãos das gerenciadoras de risco. Esclarecendo não é ela quem não te contrata ou bloqueia, ela apenas repassa as informações (que dizem ser públicas) para a transportadora e seguradora, cabendo a transportadora decidir se aceita ou não o risco de lhe contratar. Ou seja, você é analisado, julgado e condenado em uma única etapa, ou as vezes, sai vitorioso com a contratação do frete.

O que não pode é a gerenciadora repassar informações inverídicas, equivocadas e que não representam a verdade. Um exemplo é repassar a informação de existência de inquérito policial arquivado, de processo de pensão alimentícia em andamento, de negativação no SPC e Serasa, e por ai vai.

Por experiencia não adianta bater na porta do judiciário buscando indenização por dano moral pela não contratação se não houver realmente um ilícito praticado pela gerenciadora, um evidente abuso de direito. Em alguns casos o Tribunal condena em dano moral/lucros cessantes, mas tem que haver provas suficientes a convencer o juiz para não se tornar uma aventura jurídica sem ganho.

Infelizmente tal conduta fere o seu direito ao trabalho e a não discriminação e destrói a perspectiva de faturamento, renda e ganhos até que se esclareçam os fatos corretamente, aliás, se quer o motorista tem acesso as informações que são vinculadas em seu cadastro, na maioria das vezes nem ao telefone consegue completar a ligação para ter conhecimento.

Importante é saber qual a gerenciadora em questão, anotar o protocolo de atendimento, data e horário das ligações, guardar a ordem de carregamento cancelada ou o anuncio de contratação e cancelamento após a consulta para que possa buscar orientação com seu sindicato ou sua advogada de confiança.

Artigo de MIRIAM RANALLI – Advogada Especialista em Direito Tributário e Conhecedora do Direito de Transportes. 41 98802 1745    @miriam.ranalli

1 comentário

Jarbas 25/10/2022 - 14:09

Espero uma rápida notícia a respeito do nosso direito do trabalho ao TSF contra as seguradoras de risco…

Reply

Deixe um comentário!

Caterpillar apresenta caminhão gigante totalmente elétrico Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA Eficiência dos motores diesel chega a um novo patamar Projeto quer acabar com valores de fretes muito baixos