Vendas de pneus para caminhões caem 5,1% em outubro

As vendas de pneus para veículos pesados, como caminhões e ônibus, tiveram queda no último mês de outubro. De acordo com levantamento realizado pela ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos), o segmento de pneus de carga caiu 5,1% nas vendas totais e 8,4% nas vendas para o mercado de reposição.

Para a ANIP, a “queda em parte é atribuída à concorrência desleal dos pneus importados, que tiveram alíquota de importação zerada pelo Governo Federal, em janeiro de 2021”.

De acordo com o presidente executivo da ANIP, Klaus Curt Müller, essa leve alta não reflete o resultado geral do ano, que deve encerrar com crescimento próximo de zero.

“A importação de pneus de carga continua afetando o resultado da indústria nacional. É uma competição desleal e que pode trazer mais impactos no ano que vem caso o governo não reveja a alíquota zero de imposto de importação”, disse Müller.

Apesar da redução das vendas para os pneus pesados, para o segmento leve houve alta, 3,7% em outubro ante setembro. O avanço registrado no décimo mês deste ano é reflexo direto da alta de 4,6% nas vendas para montadoras e de 3,4% para o mercado de reposição.

O relatório da ANIP aponta que o setor teve um crescimento de apenas 0,3% no acumulado nas vendas totais quando comparado com o mesmo período de 2021. Essa pequena variação é justificada por conta das vendas totais para as montadoras, que seguem em trajetória de recuperação.

Deixe um comentário!

Caminhoneiros estão cada vez mais procurados pelas transportadoras Caminhoneiro recém contratado depena caminhão nos EUA Eficiência dos motores diesel chega a um novo patamar Projeto quer acabar com valores de fretes muito baixos Montagem de caminhões no Brasil segue em alta