Valor do diesel teve redução nos postos nos primeiros dias de janeiro

Seguindo a tendência de baixa registrada no final de 2022, o valor médio do diesel nos postos de combustíveis do Brasil seguirão com redução nos primeiros dias de janeiro. De acordo com o último Índice de Preços Ticket Log (IPTL), o preço médio do litro do diesel comum S-500 fechou os primeiros dias de janeiro a R$ 6,79. Já o litro do diesel S-10 foi comercializado a R$ 6,91 no período, com redução de 0,61%.

“O diesel segue a mesma tendência de baixa dos últimos meses de 2022 e continua em queda neste início de 2023. De acordo com o IPTL, quando comparamos o preço dos dois tipos com janeiro de 2022, o valor ainda está 18% mais caro para os motoristas”, destaca Douglas Pina, diretor-geral de Mobilidade da Edenred Brasil.

Nos destaques regionais, o combustível ficou mais caro para quem abastece no Sul e no Centro-Oeste. Já as demais regiões apresentaram queda no preço médio, a exemplo do Norte, onde o tipo comum fechou o período a R$ 7,23, com recuo de 1,27%; e o tipo S-10 a R$ 7,37, com redução de 1,31%.

Mesmo registrando as reduções mais expressivas entre as demais regiões, o Norte comercializou os dois tipos de diesel pelo preço médio mais caro do País. Já as médias mais baratas foram encontradas nos postos de abastecimento do Sul, a R$ 6,36 o comum e R$ 6,46 o S-10, apesar dos respectivos acréscimos de 0,46% e 0,58%.

Na análise por Estado e o Distrito Federal, o preço do litro do diesel oscilou entre aumentos e reduções em todo o Brasil. O recuo mais expressivo para o tipo comum foi identificado no Acre, a 4,77%, que passou de R$ 7,57 para R$ 7,21; e o preço médio mais baixo foi comercializado no Rio Grande do Sul, a R$ 6,24. Com o tipo comum a R$ 6,77, a Bahia se destacou no ranking do maior acréscimo para o combustível, de 4,09%. A média mais elevada para o litro foi identificada em Roraima, a R$ 8,06.

Já a maior redução para o tipo S-10 foi registrada nas bombas de abastecimento do Amapá (3,33%), onde o combustível foi comercializado a R$ 7,87. O preço médio mais baixo para esse combustível foi registrado no Rio Grande do Sul, a R$ 6,36. Assim como para o tipo comum, a Bahia também registrou o aumento mais expressivo para o tipo S-10, de 4,81%, e o combustível fechou a R$ 6,93. Já a média mais alta para esse combustível também foi identificada nos postos de Roraima, a R$ 8,00.

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

Deixe um comentário!

Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal