Ford dá dicas para o transporte seguro de cargas na picape Ranger




A Ford produz picapes há mais de 100 anos e foi uma das grandes responsáveis pela popularização mundial desses veículos, que nasceram como ferramenta de trabalho e diversificaram seu leque com aplicações que vão desde o uso diário até viagens de lazer e aventura. Com base nessa experiência, criou um guia com sete orientações básicas que ajudam a transportar diferentes tipos de carga com segurança, como os picapeiros profissionais.

O objetivo é proteger tanto a carga como os demais usuários das vias e o próprio veículo, seguindo cuidados na distribuição, fixação e cobertura dos objetos na caçamba. As recomendações estão reunidas em três vídeos curtos, focados no transporte de itens domésticos, ferramentas e equipamentos para pescaria, e nos tópicos abaixo.

1. O peso combinado do motorista, dos passageiros e da carga nunca deve exceder a capacidade de carga útil da picape, mesmo que haja espaços vazios. A sobrecarga pode dificultar o controle do veículo e prejudicar a estabilidade. Para saber a capacidade de carga exata da sua picape, consulte o manual do proprietário.

2. Coloque as cargas mais pesadas na frente da caçamba, perto da cabine, e na altura mais baixa possível. Isso ajuda a manter a dianteira mais pesada e melhora a estabilidade. Materiais de construção como cimento e areia, por exemplo, facilitam a distribuição de peso, diferentemente de móveis e equipamentos que concentram a carga.

LEIA MAIS  Empresário é suspeito de chefiar quadrilha de roubo de caminhões em Ribeirão Preto

3. Os objetos transportados devem respeitar os limites de largura, altura e comprimento permitidos. A carga não pode ultrapassar a largura da caçamba, nem a frente da carroceria. Em alguns casos, parte da carga pode ficar suspensa na traseira, desde que sinalizada para facilitar a visualização e alertar os demais motoristas.

4. Móveis ou eletrodomésticos grandes devem ser transportados com uma boa amarração, de preferência com cintas específicas de fibra sintética. Quando houver mais de um objeto eles devem ser amarrados entre si. O melhor meio de amarração à caçamba é em formato cruzado no topo, para evitar o movimento em todas as direções.

5. Dê atenção especial às cargas pequenas, que não devem ficar soltas. Coloque os itens menores em caixas e proteja malas com redes de náilon ou poliéster, fixadas nos ganchos laterais. Além de resistentes, elas são leves e fáceis de guardar.

LEIA MAIS  Ford Europa inicia produção da van elétrica para entregas StreetScooter

6. Ao levar itens frágeis como papel de parede, tapetes ou painéis de madeira, que podem se molhar e sofrer danos durante a viagem, uma boa opção é protegê-los com plástico-bolha ou filme plástico.

7. Protetor de caçamba e capota marítima são acessórios nos quais vale a pena investir e facilitam o transporte de vários tipos de carga, desde que tenham as dimensões corretas para a sua caçamba e utilizem os pontos de ancoragem recomendados. Algumas capotas contam com elásticos ou cintas para fixação. Em caçambas com três pontos de afivelamento deve-se usar sempre os da frente, próximos da cabine, e pelo menos mais um (do centro ou de trás).




Deixe sua opinião sobre o assunto!