Produção de caminhões cai 14% em Março




A produção brasileira de caminhões caiu 14% no mês de março, quando comparado com o mês de fevereiro, principalmente por causa de problemas, como a paralisação da produção da Ford Caminhões, e das chuvas que atingiram a região de São Bernardo do Campo no mês passado, paralisando algumas montadoras. Outro agravante é a crise na Argentina, um dos mercados que mais recebe veículos fabricados no Brasil, e não tem permitido uma aceleração na fabricação dos veículos. Os dados são da Anfavea.

No mês de maro foram produzidos no Brasil 8.319 caminhões, contra 9.631 unidades produzidas em fevereiro. No acumulado dos três primeiros anos do ano foram produzidas por 24.761 caminhões no país. No mesmo período do ano passado foram fabricados 24.434 caminhões no Brasil.

Destaque para o segmento de pesados, que representou mais de 50% das unidades produzidas. Foram fabricados 4.949 caminhões pesados no Brasil em março, principalmente cavalos-mecânicos, que tem representado a maioria dos veículos vendidos no setor de caminhões.

A produção dos caminhões pesados se manteve praticamente estável em fevereiro e março, com apenas 28 unidades de diferença entre um mês e outro.

No mês de março foram exportados 1.193 caminhões do Brasil para outros mercados. No acumulado do ano são 2.519 caminhões fabricado no país que ganharam as estradas em outros mercados.

No Brasil, em março, foram vendidos 7.628 caminhões, de acordo com a Fenabrave.