VW Caminhões e Ônibus realiza mais de 1.200 test-drives na Fenatran 2019




A VW Caminhões e Ônibus encerra mais uma edição da Fenatran com balanço para lá de positivo: mais de 1.200 test-drives em oito modelos de caminhões VW e MAN dividiram-se entre a Fenatran Experience, no próprio São Paulo Expo, onde ocorreu a mostra, e também no Centro Paraolímpico, espaço exclusivo para testes dos caminhões VW, localizado nas imediações.

O e-Delivery esteve à disposição e foi o primeiro caminhão 100% elétrico oferecido para teste com o público na história da Fenatran. Além dele, também estavam presentes os sucessos da família Delivery que já ganharam as ruas, entre eles o Delivery Express, agora apelidado de DLX em sua nova campanha publicitária, que reúne atributos como conforto de automóvel, robustez de caminhão e pode ser guiado por motoristas com carteira B. Os novos automatizados Delivery 9.170 e 11.180 V-Tronic, além do consagrado Delivery 6.160 com sua versão com bancos em couro sintético, também estavam a postos para os testes.

Nas pistas do Fenatran Experience os visitantes também puderam conhecer o novo Constellation 24.280 automatizado e os cavalos mecânicos Constellation 25.360 e MAN TGX 29.480.

“Mais importante que mostrar nossas novidades aos visitantes é permitir a experiência ao volante, para que eles de fato conheçam os atributos dos modelos VW e MAN, sob medida para as mais variadas aplicações, com inovação e tecnologia de ponta ”, comenta Luciano Cafure, gerente executivo de Marketing da VW Caminhões e Ônibus.

Primeiro caminhão elétrico brasileiro em série

O primeiro caminhão desenvolvido no Brasil a entrar em produção em série em 2020 é o e-Delivery 14 toneladas, concebido na configuração 6×2. O modelo traz novo conjunto de trem de força e arquitetura modular para atender todo o portfólio de veículos comerciais elétricos Volkswagen. O motor elétrico entrega até 260kW de potência com autonomia de até 200 km, variando de acordo com as condições de operação. A recarga das baterias pode ser realizada de forma flexível (30% em 15 minutos ou 100% em 3 horas, dependendo do carregador), atendendo às mais variadas demandas da operação, assim como a disponibilidade de infraestrutura. Para maximizar a performance do e-Delivery, o freio possui sistema dinâmico de regeneração, capaz de recuperar até 40% da energia durante a frenagem, que será utilizada para recarregar as baterias. O freio regenerativo atua combinado ao freio de serviço, de maneira a prover máxima desaceleração do veículo e menor desgaste dos componentes, o que reduz fortemente o custo de manutenção e aumenta a disponibilidade do veículo na operação.





Deixe sua opinião sobre o assunto!