Scania começar a testar caminhões a hidrogênio na Noruega

por Blog do Caminhoneiro

A Scania apresenta mais um caminho na eletrificação de veículos comerciais: O uso de hidrogênio como combustível. Quatro caminhões Scania movidos com energia fornecida pela queima de hidrogênio serão usados pela ASKO, uma empresa atacadista da Noruega.

“A Scania continua trabalhando com a tecnologia de ponta para uma mudança para o transporte livre de combustíveis fósseis. Uma parte importante disso é feita em conjunto com alguns de nossos parceiros mais progressistas, como a ASKO, no desenvolvimento mais próximo ao cliente”, diz Karin Rådström, chefe de vendas e marketing da Scania.

Além do uso de células de hidrogênio, a Scania produz veículos puramente elétricos com baterias, com sistema de catenárias, semelhante aos trólebus, e híbridos, com motores diesel e motores elétricos trabalhando em conjunto.

“O hidrogênio é uma opção interessante para o transporte eletrificado de longa distância e os primeiros testes mostram que a tecnologia também funciona bem em climas mais frios. Continuaremos a monitorar de perto o desempenho desses caminhões. Quero também elogiar a ASKO por tomar medidas antecipadas e ousadas para garantir o fornecimento de hidrogênio proveniente de fontes renováveis ​​e infraestrutura para abastecimento. Essa é uma empresa que realmente toma medidas para catalisar uma mudança em direção ao transporte sustentável”, diz Rådström.

Os caminhões da ASKO são praticamente os mesmo que saem da linha de montagem tradicional da Scania, com a diferença que o motor a diesel é substituído por um motor elétrico, o tanque de diesel é trocado por células de hidrogênio e baterias recarregáveis. Os restante do trem de força é idêntico.

Esses modelos tem uma autonomia de cerca de 500 km, com potência contínua de 285 cv (394 cv de potência máxima), com torque de 2.200 Nm.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

Escreva um comentário