PRF desmente informação sobre multa por uso de álcool em gel

por Blog do Caminhoneiro

A PRF publicou nota e um vídeo esclarecendo a polêmica de um vídeo feito pelo piloto Cesar Urnhani, que informa de maneira equivocada que o uso do álcool em gel para higienizar as mãos e o volante do veículo pode ser passível de multa, já que o condutor estaria respirando o álcool do ambiente.

O vídeo feito pelo piloto Cesar Urnhani tem mais de oito minutos de duração e foi amplamente compartilhado nas redes sociais e aplicativos de trocas de mensagens.

Nele, o piloto usa o álcool em gel e depois faz o teste com bafômetro do tipo bolsa de ar, não usado pela PRF.

De acordo com a PRF, o uso do álcool em gel pode sim ser detectado pelos etilômetros (bafômetros) passivos, que detectam a presença de álcool no ambiente, e não no organismo do motorista.

Porém, quando for solicitado ao condutor soprar o etilômetro ativo, não será detectado álcool no organismo.

Os etilômetros ativos, utilizados para comprovar o estado do condutor, dependem da ação da pessoa fiscalizada através do sopro, pois esses equipamentos, extremamente precisos, medem a quantidade de álcool presente no ar que está dentro dos pulmões.

A PRF também destaca que os aparelhos usados pelos agentes são aferidos pelo INMETRO, e que tem precisão altíssima para detecção de álcool no organismo de quem ingeriu bebidas alcoólicas.

Leia a nota da PRF na íntegra:

O processo de fiscalização de alcoolemia realizado pela PRF tem o objetivo de retirar das rodovias aqueles condutores que estão dirigindo após ingerir bebidas alcoólicas, colocando em risco a própria vida e a de outras pessoas.

A PRF utiliza dois tipos de equipamentos:

– Os etilômetros passivos são utilizados para a triagem, pois detectam o álcool presente no ambiente (ar) independentemente da ação do condutor.
– Os etilômetros ativos, utilizados para comprovar o estado do condutor, dependem da ação da pessoa fiscalizada através do sopro, pois esses equipamentos, extremamente precisos, medem a quantidade de álcool presente no ar que está dentro dos pulmões.

Vale lembrar que os aparelhos usados pela PRF são aferidos pelo INMETRO e que nós não utilizamos bafômetros descartáveis do tipo bolsa de ar.

Se você utiliza álcool gel para limpar suas mãos ou higienizar partes do seu veículo, fique tranquilo, pois isso não irá ser detectado durante a fiscalização como se você estivesse embriagado.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

12 comentários
0

Artigos relacionados

12 comentários

Ezequiel Neto 05/03/2020 - 15:34

O referido piloto, de forma descarada, propalou mentira (fake news) envolvendo assunto sério. Fosse ele um Zé Mané qualquer, por certo sua mentira não teria recebido tantas manifestações. Contudo, ficou a imagem de “Piloto Mentiroso e Descarado” que parece não ter o que fazer…

Reply
JEFERSON RICARDO DA SILVA 04/03/2020 - 15:21

Ola!!!! Só motorista, hj estava no posto paulistão em Rubinéia-sp, onde estava tendo um evento.
Por coincidência a polícia militar rodoviária estava com um box (educativo) nesse evento.
Conversando com o policial fomos ver se realmente se inalar e higienizar as mãos era mito ou verdade.
Inalei o álcool gel e assoprei o etilômetro, o resultado foi POSITIVO.
Mais porém a pois 2 minutos foi feito o teste novamente deu NEGATIVO.

Reply
Adilson Cruz 04/03/2020 - 13:27

Porque o Nosso PRF não efetuou o teste de dentro da viatura igual o piloto fez ai eu acreditaria no teste da PRF.

Reply
Vinicius 04/03/2020 - 17:46

Concordo, pois dentro do carro a pessoa acaba inalando o alcool, se quer desmentir o piloto César, o teste deveria ser realizado no mesmo padrao

Reply
Edilson Leite De Souza 04/03/2020 - 22:48

Olá, concordo com a PRF, eu já havia feito comentário sobre o teste do César Urnhani, o qual tenho muito respeito e admiração sobre sua parte profissional, acredito que o mesmo não atentou para um simples detalhe, após ele fazer a assepsia com o álcool gel, os dedos ficaram contaminados, e quando o mesmo acionou a ampola o fez com os mesmos, outra pessoa que deveria acionar a ampola por onde teria a entrada do ar saindo do balão.
O álcool não entra pelos poros, não chega a contaminar a corrente sanguínea mesmo com o veículo fechado, você inala, não ingere para que o mesmo permaneça no organismo.
O teste do etilômetro é feito dia do veículo.

Reply
nailton silva 04/03/2020 - 22:53

Esse era o correto dentro viatura fechada

Reply
Adilson Cruz 04/03/2020 - 13:21

Boa tarde.
Eu sou motorista, e Faço carregamento todos os dias na fábrica da Votorantim cimentos de Itaú de Minas, e lá temos que fazer o teste com o etilômetro, eu já acompanhei o operador da balança passando álcool em gel no canalizador do etilômetro aí na hora que você assopra vc mesmo leva o álcool para dentro do etilômetro aí da o resultado de presença de álcool.

Reply
Antonio 05/03/2020 - 17:11

Pois é amigo se isso realmente ocorre VC deveria fz uma filmagem e publicar nos meios de comunicação, pois o que ele está fz é um crime, pois o cidadão pode sofrer punicoes severas como até mesmo a perca do emprego.

Reply
Marcelo fontes 04/03/2020 - 13:17

A polícia rodoviária federal está a fim de arrecadar não de fiscalizar

Reply
Antonio 05/03/2020 - 17:16

Acho o trabalho deles muito importante, pois são esses vagabundos cachaceiros que tiram vidas de inocentes nas rodovias do país, se ponha no lugar da família da vítima? Se fosse com VC, se caso uma pessoa de sua família fosse vítima? Uma pessoa bêbada atropela, mata ou deixa a vítima em uma cadeira de rodas? O que VC faria? Ia com certeza querer justiça não é? Essa justiça começa com a fiscalização ou seja, prevenção.

Reply
Gabriel Campos 04/03/2020 - 12:10

Demente ou desmente

Reply
Edsom 08/03/2020 - 11:47

Bom dia!
Teste feito pelo piloto Cesar Urnhani, foi feito dentro do veiculo e fechado respirando o ar interno. Porem da PRF foi feito local aberto e contestavel nao acham?

Reply

Escreva um comentário