PRF retira de circulação mais de 30 toneladas de excesso de peso em Teixeira de Freitas-BA

por Blog do Caminhoneiro

Entre quarta-feira (20) e quinta-feira (21), policiais rodoviários federais realizaram ações de fiscalização dos veículos de transporte de cargas com excesso de peso. As atividades se concentraram na BR 101, em Teixeira de Freitas (BA), na região do extremo sul baiano.

Os agentes realizavam fiscalização de trânsito quando perceberam caminhões transitando na rodovia com volume aparentemente acima da capacidade.

Quatro carretas foram abordadas e conduzidas para pesagem em balança, que apontou excesso de quase 33 toneladas (32.820 quilos).

Todos foram notificados (multados) referente a infração de trânsito prevista no art. 231, inciso V do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Acima de 1000 kg de excesso, a infração é punida com multa de R$ 191,54 aplicada a cada 500 kg ou fração de excesso de peso apurado. E o caminhão só é liberado após transbordo da mercadoria excedente.

Perigos

Com vistas a auferir mais lucros, muitas empresas acabam colocando toneladas de excesso de peso nos caminhões, inclusive, ajustam as carrocerias para carregar mais mercadorias. Estudos apontam que o excesso de peso diminui em 50% a vida útil das estradas. Os danos causados ao pavimento deixam trilhas de rodas ou afundamento do asfalto, que interferem na dirigibilidade de veículos de passeio, como automóveis e motocicletas.

Entre os principais problemas ocasionados pelos veículos com carga acima do permitido está a elevação dos poluentes na atmosfera, causados pelo aumento do consumo de diesel. Essa conduta causa ainda desgaste mais rápido nos veículos, principalmente pneus, suspensão, feixes de mola e até empenamento do chassi.

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-98800-6519

Artigos relacionados

3 comentários

Carlos 25/05/2020 - 12:07

Deveria fiscalizar primeiro as empresas pq pagam o frete tão barato que se não colocarem excesso nao sobra nada. Cadê o comprimento da tabela de frete?

Reply
Alexandre 24/05/2020 - 08:50

E verdade a PRF está de parabéns pelo belo trabalho vejo que e uma das que mais trabalha aqui na região isso e bom pra nos cidadãos de bem. Agora se podesse fiscalizar essa rodovia BR 290 vejo ali vários caminhões trafegago provavelmente com excesso de pesso o que está acabando com a rodovia

Reply
Enio Truyts 23/05/2020 - 16:57

A PRF fazendo seu serviço de fiscalização e transbordo do excesso e aí aparece um deputado querendo fazer uma lei pra autorizar o excesso de carga em todo Brasil .
Deveriam fazer uma lei pra diminuir o peso e aumentar as balanças e fiscalização em todo território nacional .
As estradas seriam conservadas , os caminhões não teriam tanto desgaste e sobraria cargas para muitos mais caminhões poderem trabalhar. Ahh além da média de óleo diesel ir pras alturas. Todos ganhariam com isso .

Reply

Escreva um comentário