Motorista processou a empresa por acompanhar abastecimento de caminhão

por Blog do Caminhoneiro

Um motorista processou uma transportadora do Rio de Janeiro por ter tido contato com inflamáveis durante o abastecimento do caminhão. O caso foi julgado pela Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho, que rejeitou o recurso do caminhoneiro.

O caminhoneiro fazia o transporte de resíduos do refino de aço para processamento. Na ação, o motorista alegou que abastecia o caminhão a cada dois dias.

Apesar da 2ª Vara do Trabalho de Cubatão ter acatado a alegação do motorista parcialmente, o Tribunal Regional do Trabalho havia considerado que a permanência dele em área de risco era esporádica, e que fosse aceita a alegação, todo motorista de veículo que precise abastecer teria que receber adicional de periculosidade.

Ao recorrer ao TST, o motorista disse que ficava em contato com os inflamáveis por dez minutos a cada dois dias, e que bastaria uma fração de segundo para um acidente acontecer, ceifando a vida do trabalhador.

Apesar disso, apenas acompanhar o abastecimento de veículo não gera adicional de periculosidade, já que a norma não tem definição pela lei.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

20 comentários
2

Artigos relacionados

20 comentários

Valdemar panont 27/09/2020 - 13:19

Se furar o pneu na estrada não vai trocar o pneu vai esperar o patrão vir

Reply
Clayton ramalho Q.R.A GATÃO 21/09/2020 - 13:18

Galera descupa minha sinceridade,mas enves de vcs ficarem discutindo besteiras impostas por alguem ,porque não discutir uma qualificação da categoria e um estatuto coisa q não se tem e não se discutem os caminhões estão ai cada vez mais modernos e os motoras sera q estão a altura .pense nisso galera se não vamos continuar sendo sempre (O tal profissional do volante).

Reply
João 21/09/2020 - 12:06

Eu acho que motorista é motorista eu sou motorista carreteiro,quando nos falamos de motorista não se refere a outra atividade motorista não tem que lavar fazer polimento muito menos abastecer caminhão aliás se vc é motorista como vc vai exercer outra função que não está no seu contrato como fica se vc sofrer um acidente de trabalho fora do seu contrato por ex cair ao fazer um polimento a empresa vai se responsabiliza? Mas tem os pucha saco que ñ se garante profissionalmente e puxam o saco do patrão fazendo oq ñ é de fazer!

Reply
Gilson 21/09/2020 - 11:35

Sou do ramo…tenho uma Scania seis eixos 2017…toda vez que vou abastecer…estou sempre atento ..conferindo os detalhes do trabalho dos frentistas….e se essa onda pegar…vou ter que me processar …exigindo de mim a tal de periculosidade….. gilsonsenna@gmail.com

Reply
Gabriel 21/09/2020 - 10:28

Manda embora e aplica a velha e esquecida carta de referência nele.

Reply
Jhony+torres 21/09/2020 - 08:43

Nossa, que falta de profissionalismo!
Já parou pra pensar no quanto nós motoristas profissionais temos de ser PROFISSIONAIS? Fazemos tantos trabalhos:
Borracheiro
Eletricista
Mecânico
Lavador
Polidor
Etc…
Imagina se tivéssemos que ganhar por cada serviço feito no nosso equipamento de trabalho..
Processar a empresa por ter que abastecer o próprio veículo!
É o mesmo que comprar papel higiênico e processar a fábrica por não vir limpar meu *rabo*.. é muito irônico

Reply
Israel 20/09/2020 - 13:04

Tá de brincadeira, já pensou quando eu vou ao posto abastecer meu caminhão eu ter direto a periculosidade, fala sério, isso é mais um preguiçoso que quer se aproveitar da situação. Quando ficar desempregado não reclama

Reply
Wellington Fernandes 20/09/2020 - 12:40

Tem q consultar a justiça do trabalho antes de contratar qq profissional de qq ramo, se já teve alguma ação ninguém deve contratá-lo, só assim esses oportunistas tomarão jeito.

Reply
Jose 20/09/2020 - 11:41

Tomara que tenha que pagar as custas do processo

Reply
Zé Roberto 20/09/2020 - 10:46

O camioneiro é responsável por todo o caminhão enquanto estiver com ele isso é uma segurança pra seu próprio bem e ao próximo

Reply
Valter Júnior 20/09/2020 - 10:33

Preguiçoso querendo ganhar vantagem! Aqui no Brasil o motorista não pode abastecer, nos outros países nem existe frentista! Brasil é um país de comunista preguiçoso

Reply
Gato Preto 22/09/2020 - 15:32

Valter Júnior, creio que você não deve saber o que é comunista, você com certeza é eleitor desse governo que ai está falindo que quem é contra ele é comunista!
Estuda um pouco para não ser igual papagaio repetindo o que outros dizem, mesmo quando esses outros dizem bobagens!
Agora em relação a sua colocação que que o Brasil é um pais de preguiçosos, você deve estar se referindo a você mesmo e não venha generalizar, fale por você!
Só mais um adendo: a que outros países você se refere? Bolívia, Argentina, peru, Colômbia, …?
Passa a impressão que somente no Brasil existe frentistas! Bahhh

Reply
Domingos 20/09/2020 - 10:22

Esse é.um oportimista querendo tirar proveito sem trabalho

Reply
Jose lucide rocha varela 20/09/2020 - 07:51

A kothe abre vagas pra motorista .mas exige que seja abaixo se 40 anos.ai e sem comentários

Reply
Artur Jose Pereira 20/09/2020 - 06:40

Esse não deve ser um PROFICIONAL POZ EU tenho q tá presente pra v media valor enfim esse motora aí não pode ser considerado um Profissional

Reply
Usanan Josias de Oliveira 20/09/2020 - 05:23

Pra mim não passa de um babaca. Querendo ganhar dinheiro fácil! Parabéns ao juiz! Vergonha da classe. E eu sou do ramo e sei o que estou falando. Manda esse vagabundo trabalhar com honestidade e respeito pelo seu local de trabalho.

Reply
Marco Aurélio Camarini 19/09/2020 - 22:43

” o sujeito pleitear periculodidade por acompanhar abastecimento aí fica difícil “, a categoria vai de mal a pior e com uns ” representantes ” desse naipe vai mesmo ladeira abaixo. Com tantos desrespeitos imposto por ” patrões ” o LAMBÃO se apega a essa imbecilidade.

Reply
Lazaroguimaraes 19/09/2020 - 20:35

Pôr isso que a classe e mal falada. Se ó caminhoneiro fica olhando o abastecendo é porque não confia no frentista. Porque não a necessidade de acompanhar o abastecimento, ó frentista é que tem que processar o caminhoneiro.

Reply
Daniel+Lourenço+da+Silva 19/09/2020 - 19:24

Provavelmente Vc não deve trabalhar no ramo pra achar isso irrelevante né.

Reply
Roberto+marinho 19/09/2020 - 18:15

Tem sempre alguém querendo tirar proveito de uma situação que é irrelevante!

Reply

Escreva um comentário