International encerra venda do modelo ProStar na Austrália

por Blog do Caminhoneiro

O continente australiano perde mais um modelo bicudo nesse ano. A Navistar anunciou que não irá mais produzir o modelo ProStar para o país, e as vendas serão encerradas definitivamente em dezembro. Apesar de ter causado comoção nos fãs do modelo, as vendas do ProStar na Austrália estavam muito baixas. Apenas três unidades foram emplacadas nesse ano.

A International na Austrália é vendida pela Iveco, que representa a Navistar no país. De acordo com a Navistar, o investimento para desenvolvimento e conversão dos modelos para os padrões australianos não é compensado pelo volume de vendas.

O padrão australiano para veículos tem volante à direita, como na Inglaterra, além de outras diferenças.

Apesar das vendas serem encerradas, a Iveco continuará dando assistência aos caminhões International vendidos até então, inclusive mantendo a garantia de todos os veículos em vigor.

Equipado exclusivamente com motor Cummins X15, com 550 cavalos de potência e torque de 2.580 Nm, o ProStar tinha três opções de cabine, sendo curta, leito ou leito teto alto, com Capacidade Máxima de Tração de 90 toneladas. O câmbio podia ser o Eaton RTLOF-20918B manual de 18 marchas ou o Eaton Ultrashift PLUS, também com 18 marchas, mas automatizado.

O ProStar era o último caminhão International vendido na Austrália. Sem o modelo, a marca deixa o país definitivamente.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

1 comentário

Vinícius 21/09/2020 - 12:36

Nesses tempos de crise o grupo Navistar não anda bem das pernas, tanto que teve que vender suas operações na Austrália para uma Iveco da vida mesmo, caso parecido ocorreu com o grupo Chrysler, comprado pela FIAT, mas ao contrário da International a Chrysler se reergueu graças à genialidade de Sergio Marchionne, ex-CEO do grupo FIAT.
Agora essa Iveco só está fazendo Mherda braba nos países desenvolvidos. Australiano gosta muito de caminhão bicudo, e lá o que mais se vê puxando roadtrains são os confiáveis MACK. Tem a Kenworth também, mas não sei como ela está naquelas bandas, mas tenho certeza que se uma marca não vai bem por lá, não é culpa do mercado, é culpa da ADMINISTRAÇÃO da empresa, e com certeza a Iveco será a próxima a sair de lá. Esse blog acha que é por culpa do caminhão ser bicudo, por favor, quanta ignorância, Austrália pode ser estranha mas ela não é o Brasil!

Reply

Escreva um comentário