Nikola Motor Company será investigada por fraude no Estados Unidos

por Blog do Caminhoneiro

O Departamento de Justiça e a Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (SEC) se uniram para investigar as alegações de fraude envolvendo a Nikola Motor Company. A empresa foi acusada de mentir sobre o desenvolvimento e evolução de seus sistema de propulsão de células de hidrogênio, em um longo relatório da consultoria Hindenburg Research. Com o anúncio da investigação, as ações da empresa caíram 8% no mercado. A queda total foi de 45% em pouco mais de uma semana.

A Nikola informou em nota que contatou e informou a Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos sobre as preocupações da empresa com relação ao relatório da Hindenburg. A empresa também destacou que pretende cooperar totalmente com a SEC no que diz respeito à investigação dessas questões.

O relatório da Hindenburg Research foi publicado menos de 24 horas depois da Nikola anunciar um acordo de cooperação com a General Motors, no valor de US$ 2 bilhões, para desenvolvimento e produção da picape Nikola Badger. A Nikola também recebeu investimentos da Iveco, na ordem de US$ 250 milhões, para produção de caminhões, e da Bosch, para desenvolvimento da tecnologia.

Apesar de começar a ser investigada, a SEC já informou que qualquer violação ainda está descartada, e que a investivação pode apontar que não existe nenhuma irregularidade na empresa.

As acusações contra a Nikola se dão principalmente pelo desenvolvimento do modelo One, um caminhão pesado para operações de longa distância, movido com células de hidrogênio, que foi apresentado em 2016. Na época, Trevor Milton, CEO da empresa, disse que o protótipo era totalmente funcional, apesar da tecnologia ainda precisar de aprimoramentos. Apesar disso, a tecnologia não estava pronta, e nem motor o caminhão tinha na apresentação.

Em um vídeo de 2018, que a Nikola publicou mostrando o veículo em movimento também foi contestado, já que o caminhão estava andando em um declive, também sem força própria.

Além dos investimentos de diversas empresas, a empresa já faz pré-vendas dos modelos One e Two para milhares de clientes, e assinou um contrato, em maio de 2018, para fornecimento de 800 unidades para a Cervejaria Anheuser-Busch, para entrega até 2025, quando a cervejaria quer substituir 100% dos caminhões a diesel por elétricos e a hidrogênio.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

2 comentários

Celestino Gonçalves Filho 17/09/2020 - 18:47

Só não entendo como a GM, empresa tradicional nos US , a Iveco e outros grandes embarcaram nesta canoa aparentemente furada. Ai tem muita coisa até agora não revelada, mas que fatalmente aparecerá. O caminhão tem uma aparência muito boa, só que não tem motor e só anda na descida.

Reply
Gato Preto 17/09/2020 - 16:12

Assim acontece com os mais espertas, divulgam uma invenção e dispara, faz curiosidade de muitos onde compram para depois perceber que ciaram em um golpe, não sei se é o caso da Nikola, mas aqui no brasil quando a OGX petróleo lançou suas ações no mercado como se fosse o “ovo de colombo” milhares de pessoas cariam no golpe e as ações que se “mostravam” extremamente promissoras viraram pó!
O magnata golpista hoje vive em uma mansão de milhões de reais certamente rindo do golpe que praticou!
O pior de tudo que está solto, vivendo uma vida super abastada e sendo consultor de empresas de como ser um sucesso no merceado,

Reply

Escreva um comentário