Projeto de lei quer facilitar compra de caminhões novos para autônomos

O projeto de lei 4841/2020, do Deputado Federal Chiquinho Brazão (AVANTE/RJ), pretende facilitar a troca e compra de caminhões novos para caminhoneiros autônomos, reduzindo tributos que aumentam consideravelmente o custo de um veículo novo.

O projeto prevê a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados – IPI, e também do Imposto sobre Operações Financeiras – IOF, para compra de caminhões com mais de 5 toneladas de PBT, por transportadores autônomos de cargas devidamente registrados no RNTRC. O veículo também deverá ser utilizado exclusivamente para transporte de cargas pelo autônomo.

O caminhão comprado com a isenção também não poderá ser revendido antes de dois anos, e o autônomo só terá direito à adquirir um veículo novo isento de IPI e IOF também somente após o prazo de dois anos, exceto se o primeiro caminhão tiver sido roubado, furtado ou acidentado com perda total.

Para o Deputado Federal Chiquinho Brazão, além de facilitar a substituição da frota de caminhões mais antigos, o projeto pode baratear os fretes, graças ao aumento da eficiência logística, e também aquecer a economia brasileira.

Hoje a isenção de IPI e IOF é dada para taxistas e pessoas com deficiências, e pode gerar uma redução de valor considerável para os caminhoneiros autônomos.

O projeto foi apresentado ontem na Câmara dos Deputados, e não tem prazo para ser analisado.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Rafael Brusque - Blog do Caminhoneiro

Nascido e criado na margem de uma importante rodovia paranaense, apaixonado por caminhões e por tudo movido a diesel.

29 thoughts on “Projeto de lei quer facilitar compra de caminhões novos para autônomos

  • 12/10/2020 em 06:45
    Permalink

    Na verdade esse deputado está dando com uma mão e tirando com a outra é tem muitos parceiros que vão fazer loucura e se passar essa lei vão chorar com o frete que está já não e fácil imagina abaixar mas um pouco,quem está acompanhando sabe que tudo que o caminhão precisa subiu muito.

    Resposta
  • 08/10/2020 em 20:15
    Permalink

    Se diminuir o nosso frete aí tiram o autônomo da praça ,tudo de bom que fazem já fazem dando com a mão esquerda para tomar com a direita .

    Resposta
  • 08/10/2020 em 19:25
    Permalink

    🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣 vamos rir ! Muito hilário

    Resposta
  • 08/10/2020 em 19:24
    Permalink

    🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣 vamos rir

    Resposta
  • 08/10/2020 em 15:48
    Permalink

    Na verdade sempre somos enganados ou deixados de lado, o autonomo não serve para nada, somos expulsos dos postos de combustíveis, somos maltratados por transportadoras, comerciantes, até mesmo chapas.
    Só acredito em mudanças com União de todos os caminhoneiros, parando tudo e reivindicando nossos direitos.
    Desculpem a franqueza, mas nesse País autônomo não existe para muitos, temo que verdadeiramente nosso fim esteja próximo.

    Resposta
  • 08/10/2020 em 13:29
    Permalink

    Isso é fake. Quem consegui comprar e se comprar, como vai pagar com frete baixo, pedágio e combustível caro?

    Resposta
    • 08/10/2020 em 19:32
      Permalink

      No Brasil só tem vez para as grandes empresas logísticas e transportadoras comprarem ou trocarem com facilidade caminhão, o autônomo sempre é tratado como lixo, não tem o mínimo valor, é olha que merecem mesmo, pois são muitos que transportam o Brasil nas costas encima do seu caminhão velho mesmo, dou meus parabéns para esse deputado se ele realmente conseguir esse projeto.

      Resposta
  • 08/10/2020 em 12:35
    Permalink

    Umas das situações que se deve proceder é tirar das mãos das transportadoras os fretes e ou tabelar um percentual para essas em cima do valor do frete e repassar ao motorista o restante, pois as transportadoras pegam por exemplo o frete por R$200,00/ tonelada e repassa para o motorista a R$150,00. E têm o frete “retorno” como dizem, esse sim chegam a tirar até 50%, como que se ao retornar tu irá pagar despesas combustível borracheiro eletricista etc etc tbem com 50% de desconto. Mta coisas à rever

    Resposta
    • 08/10/2020 em 19:35
      Permalink

      Mais uma ideia para as grandes transportadoras renovadas suas frotas.e os autonomos ficarás a ver navios.estes ladrões do lembra dos autonomos quando a para fazer greves.eu só queria que alguém mim respindese .pode ser um tal de presidente.do setor mesmo.para que que serve aquele desconto que eu pego.de um tal de Sesc Senac.e mis ou menos isto.eu sou autonomo a mais de 30 anos .quando faço um frete e descontado .INSS.tudo isto não serve para nada.não tem explicasao.só enganação.se eu tiver errado algem me expliquei.tu sacanagem. Agora bem com este papo de caminhao novo para autonomos.vai plantar batata.bando de palhaço.

      Resposta
  • 08/10/2020 em 11:58
    Permalink

    Aqui no Brasil estamos gatinhando em relação ao transporte, leis brandas que não funcionam, máfia nas negociações e interesse pessoal. Um mar de currupicão, renovação de frotas só para os grandes. Precisamos de seriedade e respeito pelos profissionais da estrada! Quando se fala em greve aí as bases tremem, e prometem sonhos que nunca se concretizem. Mas vamos continuar sermos otimistas, porque nascemos e morreremos na nossa nação Brasileira!!

    Resposta
  • 08/10/2020 em 10:45
    Permalink

    Não acredito! Já sou autônomo a mais de vinte anos nunca conseguir, falando assim é tudo mto fácil mas na hora é tanta exigência q a gte desiste. E outra que com frete baixo não se consegue pagar as parcelas, entendi!?
    Estou com o meu a vinte e um anos, não consegui trocar.
    Fretes q as empresas pagam ñ sobra o suficiente!

    Resposta
  • 08/10/2020 em 10:40
    Permalink

    A Lei só irá funcionar com condições a longo prazo e prestações acessíveis para caber na conta.
    Na ponta da caneta 50% do possível lucro vai todo para o diesel e na troca de pneus, precisam ajustar estes preços para um custo que caiba na conta.
    Os valores dos fretes tem de permanecer.
    Ajustar tudo isso é quase impossível para eles do governo, o lucro da cadeia deles iria cair e aí.???

    Resposta
  • 08/10/2020 em 09:32
    Permalink

    Galera achando bom huahuaha! Não vai passar! Lembrem-se é apenas um projeto de lei. Tem um longo caminho pela frente. Agora prestem atenção, JÁ SOBRA CAMINHÃO no transporte portanto parem de sonhar e vamos brigar por um frete melhor pois o deputado aí foi bem claro. IRÁ BARATEAR OS FRETES.

    Resposta
  • 08/10/2020 em 08:54
    Permalink

    A única forma de baratear frete é baixando o valor de combustível e pedágio, se vai aumentar a concorrência como o autônomo pagará o veículo tendo menos frete para operar.
    O projeto é bom mas está faltando alguns ajustes para adequar a realidade.
    Prazo de pagamento de 24 a 80 meses juros 1%… Boa vontade em ajudar sempre encontramos mais falta colocar a conta no papel para ver se fecha.

    Resposta
  • 08/10/2020 em 07:21
    Permalink

    Também sou autônomo e no meu ponto de vista a ideia é até boa mas tem um mal entendido aí, se eu não estiver enganado eu vi na matéria que “ISSO VAI PODE BARATEAR OS FRETES”. Pois então me digam como esse povo vai pagar esses caminhões? Ou então isso é para as transportadoras renovar suas frotas que já são novas e não para os autônomos.

    Resposta
  • 08/10/2020 em 07:10
    Permalink

    Esperem sentados ,,isso acontecer

    Resposta
  • 08/10/2020 em 06:36
    Permalink

    Eu só tenho agradecer o deputado por ter lembrado de nós e que os outros façam a parte dele

    Resposta
  • 08/10/2020 em 06:30
    Permalink

    Foi se o tempo que ser autônomo valia a pena e tem mais frete baixo e dificuldades para conseguir cargas são problemas

    Resposta
  • 08/10/2020 em 00:46
    Permalink

    Estamos aguardando….. Srs: deputados e senadores façam alguma coisa pra nós ajudarem… avante BRASIL!

    Resposta
  • 07/10/2020 em 23:20
    Permalink

    Se isso for aprovado este deputado vai ser presidente que nas empresas é os motoristas que trabalha então será a oportunidade de ter o seu sonho realizado sua família vai votar está outra eleição já não fizemos outra paralisação pôr saber que seria uma pedra pra este presidente pois ele tinha feito alguns comentários acreditamos mais estamos decepcionado……..

    Resposta
  • 07/10/2020 em 23:08
    Permalink

    Até que enfim apareceu alguém que deve ser filho ou parente de um caminhoneiro lá no senado tomara que não seja mais um que vai nos tapia de novo na paralisação apareceu alguém e hoje estamos abandonado

    Resposta
  • 07/10/2020 em 22:50
    Permalink

    Não adianta tirar o IPI e iof,se não tiver um prazo de financiamento de longo prazo ,para que as prestações caibam no bolso.
    E tem mais não pode fazer exigência de documentos como aconteceu com o pro caminhoneiro,queno autônomo não tinha condições de cumprir.

    Resposta
  • 07/10/2020 em 22:26
    Permalink

    Facilitam para empresas grandes,pode ter certeza que para autônomos vai demorar e muito quem sabe em época de eleição.

    Resposta
    • 08/10/2020 em 17:19
      Permalink

      Esperem sentados; caminhoneiro NUNCA teve previlégio no Brasil, não vai ser agora que isso vai acontecer ainda mais com essa pandemia; NINGUÉM tá nem aí pra motorista de caminhão, todo ano tem um histórico parecida só balela, isso pq as eleições estão se aproximando, enquanto existir motorista trouxa, que aceita tudo vai ficar assim por muitas décadas!

      Resposta
  • 07/10/2020 em 22:12
    Permalink

    Espero que não seja que nem o pro caminhoneiro ,que era burocratico e so beneficiou quem já tinha 2ou 3 caminhão no nome

    Resposta
  • 07/10/2020 em 21:15
    Permalink

    Duvido que essa tralha de corruptos que só pensam neles aprovem alguma coisa pra ajudar o trabalhador.
    Só um aumentou de R$. 10.00 no salário mínimo e acham que dão muito

    Resposta
  • 07/10/2020 em 20:41
    Permalink

    Até que enfim algum deputado pensou nisso! Se for aprovado vai ser um ótimo passo para os transportadores autônomos!

    Resposta

Deixe um comentário!

Conheça o NIKOLA TRE movido a hidrogênio Caminhões comemorativos viram febre entre transportadoras Centenas de vagas de emprego para caminhoneiros Conheça o super caminhão futurista da Peterbilt 300 vagas para caminhoneiros brasileiros em Portugal