Justiça proíbe paralisação de caminhoneiros nas rodovias Régis Bittencourt e Presidente Dutra em São Paulo

por Blog do Caminhoneiro

Em duas decisões diferentes, a Justiça de São Paulo deu liminares para as concessionárias que administram as rodovias Régis Bittencourt e Presidente Dutra, no estado de São Paulo, proibindo que caminhoneiros realizem manifestações públicas nesses trechos.

As juízas Cláudia Vilibor Breda, da comarca de Santa Isabel, e Bárbara Antunes, da cidade de Registro, foram as responsáveis por acolherem os pedidos das concessionárias.

Para a rodovia Presidente Dutra, as manifestações estão proibidas na faixa de rolagem e acostamentos, com multa de R$ 100 mil por dia para entidades e de R$ 10 mil para pessoas físicas que desrespeitarem a decisão.

Já na rodovia Régis Bittencourt, o trecho onde as manifestações estão proibidas fia entre os quilômetros 268 e 569. A multa para quem desrespeitar a decisão é de R$ 2 mil por dia, por pessoa.

Greve

Algumas entidades representativas de caminhoneiros organizam uma paralisação que deve começar a partir de segunda-feira. Apesar disso, o movimento está muito dividido, e a paralisação não deverá ter a mesma força daquela que ocorreu entre 21 e 31 de maio de 2018, quando praticamente todos os caminhões do país pararam de circular.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro | Foto: Edilson Dantas – Agência O Globo

COMENTAR

QUER ENTRAR EM CONTATO COM O BLOG DO CAMINHONEIRO? ENVIE UMA MENSAGEM CLICANDO NO NÚMERO ABAIXO

042-3532-4235

Artigos relacionados

1 comentário

DEOCLECIO DA SILVA 01/02/2021 - 21:28

camioneiros precisa ter pulso mais firme ,pra continuarem a greve,.nao aceita qualquer merreca

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!