Empresas de transporte se preparam para o crescimento da falta de motoristas

por Blog do Caminhoneiro

As empresas de transporte da Europa e Ásia estão otimistas quanto ao crescimento da economia em 2021, após a queda causada pela pandemia do coronavírus em 2020. Apesar disso, o número de vagas abertas para caminhoneiros que não serão preenchidas deverá crescer significativamente neste ano.

Os dados foram publicados pela Organização Mundial do Transporte (IRU), que fez uma pesquisa com mais de 800 empresas da Europa e Ásia, e também do México.

De acordo com a pesquisa, 17% das vagas abertas em 2021 para motoristas não serão preenchidas na Europa. Esse número deve chegar a 18% no México, 20% na Turquia, 24% na Rússia e mais de 30% no Uzbequistão.

A falta de motoristas tem sido uma tendência mundial. Quanto mais as economias crescem, mais o transporte rodoviário é requerido, e com isso, mais motoristas são necessários. Apesar disso, há cada vez menos interesse na profissão.

A pesquisa da IRU também diz que a profissão não é atrativa ou cria barreiras para a entrada de jovens e mulheres no setor. De acordo com os números, menos de 2% dos motoristas de caminhão e ônibus do planeta são mulheres. Na Europa, com algumas políticas de incentivo, o número de mulheres trabalhando como motoristas de ônibus cresceu de 10% para 16% do total de motoristas.

“A falta de motoristas ameaça o funcionamento do transporte rodoviário, das cadeias de abastecimento, do comércio, da economia e, em última instância, do emprego e do bem-estar dos cidadãos. Este não é um assunto que pode esperar, é preciso agir agora”, disse o secretário-geral da IRU, Umberto de Pretto.

Já os números de motoristas com menos de 25 caiu em todo os lugares pesquisados, para menos de 5% na Europa e na Rússia, 6% no México e 7% na Turquia. Atualmente, a idade média dos motoristas das empresas analisadas na pesquisa fica em 50 anos.

Para a IRU, a idade mínima para dirigir um caminhão deveria ser reduzida, dos atuais 21 anos na maioria do países, para 18 anos. A entidade diz que isso cria uma lacuna entre o momento que o jovem deixa a escola e possa assumir o volante, fazendo com que eles sigam para outros setores.

A IRU destaca ainda que a idade de 18 anos para dirigir seria o ideal, com treinamentos podendo ser feitos a partir dos 17 anos.

Outro ponto é o aumento da segurança e da infraestrutura nos locais de parada e descanso para motoristas que operam em longas distâncias, o que encorajaria mais homens e mulheres a assumirem um caminhão.

“As soluções existem, mas se os governos não agirem agora para facilitar o acesso à profissão, melhorar as condições de trabalho e capacitar a força de trabalho, a escassez de motoristas continuará a atrapalhar e eventualmente danificar irreparavelmente as redes de mobilidade e cadeias de abastecimento vitais”, concluiu Umberto de Pretto.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

17 comentários
0

Artigos relacionados

17 comentários

Gato Preto 22/03/2021 - 13:59

Não existe falta de motoristas, o que existe é falta de salario compatível com a profissão!
Motorista hoje em dia é tratado como os piores profissionais que existem, somos tratados de maneira simplista e muitos ainda desejam bravamente nos destratar e ser arrogantes contra nós!
O dia em que o salario for compatível e remunerar bem aos motoristas, ai termos muitos e bons motoristas a disposição!!
Trabalhar dirigindo um bi trem de nove eixos com carga total em regiões onde a topografia é muitos irregular como serras e curvas, então nem se fala, é só sofrimento!
Sair de da região da serra Gaúcha até chegar numa região mais plana com um nove eixos carregados, é uma tortura! Passa-se o dia todo dentro da cabine como se estivesse dirigindo um MBB 1111, ou uma saruana 321 com carga total!
Hoje em dia já existem inúmeros colegas que não querem trabalhar com esses brutamontes, mesmo ganhando um pouco mais, mas não vale o sofrimento!
Mais um detalhe; muitas empresas com raras exceções não querem investir em treinamento de motoristas, o que se vê é “contrata-se motoristas com CNH E e cursos pertinentes” e quando vai ver o salário não tem nada de atrativo. Dirigir um 510, 540, 560… só por prazer não enche as latas em nossas prateleiras! Até concordo que o façam, mas somente se o caminhão for de propriedade do trabalhador ou tendo uma excelente remuneração! do contrário, nem pensar!

Reply
Gil Santos 18/03/2021 - 18:36

Muita frescura pouco dinheiro pra que não tem folga vida Social, etc.. Os Empresários não querem motorista querem Doutor p dirigir..um Exemplo . Estamos num. Momento catastrófico desde 2017 uma crise brava, e as Seguradoras querem motorista com nome limpo! Tá de sacanagem? Não tô comprando fiado! Vai faltar motorista mesmo!

Reply
Roney Nogueira 18/03/2021 - 18:07

Não vejo o salário como grande vilão dos motoristas e sim a exigência de regras, inúmeros pedidos de documentos, cursos,etc…
Não precisa isso tudo pra dirigir um caminhão pra quem tem responsabilidade e vontade de trabalhar.

Reply
Edilson Farias 18/03/2021 - 17:49

Sou motorista desde os meus 19 anos hoje com 53
Os motoristas mais velho estão abandonando a profissão
Pq o salário está muito defasado e nois muito humilhado

Reply
Thiago 18/03/2021 - 17:38

Na verdade a um pouco falta de motorista e que hoje não compensa sair de casa para ganhar o salário de hoje falta respeito segurança e muitas coisas mais.

Reply
Charles da costa 18/03/2021 - 17:32

Boa tarde infelizmente no Brasil às empresas conseguiram inverter os papéis,a experiência que oferece são às empresas,e não o candidato, dependendo do ramo da atividade,ou seja empresa boa investe nós empregados,espero que um dia mude a mentalidade dos empresários,um abraço, Charles da costa do Rio de janeiro

Reply
Neivor Poletto 18/03/2021 - 16:46

Sou motorista a mais de 30 anos .e não tem mais futuro essa profissão.aonde vc vai carregar ou descarregar é uma humilhação então eu só quero que um dia acabe os motoristas .pra ver esses engomadinho ir buscar seu alimento lá na fazenda ou na indústria.

Reply
Elias José do Nascimento 18/03/2021 - 16:21

Sou Elias José, moro em Recife – pé. Acho que as empresas não estão precisando de motorista, elas não querem dar treinamento , eu tenho experiência , tenho todos os cursos , e quem quiser 81 984030400 ZAP.

Reply
Wesley de miranda 18/03/2021 - 15:47

Eu trabalho em uma empresa de transportes aqui em Sabará MG na manutenção.E aqui não e diferente,para motorista eles pedem experiência até para aqueles já estão trabalhando em outro setor como eu.
Tanto que já desisti dessa profissão, passei fazer cursos e hoje sou mecânico.

Reply
Breno Barbosa De Souza 18/03/2021 - 14:45

Boa tarde,mim chamo Breno Barbosa tenho 37 anos tô precisando muito do trabalho,mais o problema é que as empresas não dão oportunidade pra nós que não tem experiência, se abre uma escolinha pra nus preparar fica melhor pra vcs e pra nós que tamos precisando do emprego, e tenho carteira (E) tenho curso mopp ,mais tá difícil pra arrumar um emprego ,meu número pra contato é 99501-8337,tô disponível pra trabalhar ,e to querendo muito trabalhar,se for o caso mudo de Estado,moro em Recife

Reply
Demétrio Couto 18/03/2021 - 13:17

Como falou o Ricardo acima, falta motorista , porém as empresas não dão oportunidade, nem que seja dando treinamento, até pq tem equipamentos que podem custar mais de um milhão de reais,mas ainda sim é necessário que as empresas abram escolinhas deem oportunidade enfim

Reply
Ricardo 18/03/2021 - 13:05

Ok Gilberto, obrigado pela dica!

Reply
Gilberto oliveira. Giltruck 18/03/2021 - 11:21

Amigo bom dia uma ideia pro comentário do Ricardo amigo tive categoria e dês de quando tinha 21 anos mas nunca mexi nessa ária abri um negócio e por causa da pandemia quebrei então vim pra ária de transporte de carga. Em julho comecei ir atrás e procurar serviços de motorista autônomo por comissão essa ária sempre vai ter pra quem não tem experiência entrei em uma empresa dia 27/07/2020 sai dele dia 09/12/2020 fui pro Uber e dia 27/01/2021 voltei pra carreta em outra empresa também por comissão te falar amigos e bem melhor tiro uma média de 5 a 6 mil trabalho com minha empresa aberta de transporte como microempreendedor e dês em tão tamos aí firme e forte basta vc procurar em oficinas essas carretas sem nome de empresa que vc vai achar um cara que tem uma ou mas carretas que está procurando motorista que queira ser aotonimo pra não ter vínculo trabalhista. Att GILTRUCK

Reply
Ricardo 18/03/2021 - 10:28

Candidatos com a documentação em dia e vontade para entrar na profissão tem bastante, mas para as empresas o que mais importa é a EXPERIÊNCIA, porém, sem oportunidade para desenvolvimento não tem como adquiri-la. Já enviei vários currículos, tenho categoria E com curso MOPP e EAR. Sou pai de família, tenho responsabilidade e caráter, mas me falta experiência.

Reply
Marcos 18/03/2021 - 09:33

Toda profissão quando falta profissional eles melhoram salários. A nossa de mot nunca melhoram e não nós valorizam, eles não perceberam ainda a importância da nossa profissão, fica a dica

Reply
Jose Gomes da Silva Junior 18/03/2021 - 07:57

Falta mais oportunidades para quem não tem experiência

Reply
RENÊ COSTA 17/03/2021 - 22:20

NO BRASIL ESTÁ FALTANDO MOTORISTAS CARRETEIROS, HOJE EM SÃO PAULO FALTAM MAIS DE 2 MIL MOTORISTAS DE ÔNIBUS URBANOS, AGORA SÓ FALTAM MELHORAR OS SALÁRIOS DOS MOTORISTAS QUE AINDA SÃO BAIXÍSSIMOS.

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!