Petrobras vai dobrar produção de diesel S10 na Reduc-RJ

por Blog do Caminhoneiro

A Refinaria Duque de Caxias (Reduc) vai passar por diversas melhorias e irá, praticamente, dobrar a produção do diesel S10, com baixo teor de enxofre, a partir de 2023. O investimento da estatal na unidade se dá para atender especificações do mercado local e internacional, além de requisitos ambientais.

O investimento total será de R$ 140 milhões, e o fim das obras está previsto para o final de 2023, garantindo a ampliação da produção do diesel S10 na Reduc dos atuais 5.000 m³/dia para 9.500 m³/dia.

De acordo com a Petrobras, as adequações estão alinhadas ao objetivo estratégico da Petrobras de lançar produtos de maior valor agregado e com menor impacto ao meio ambiente. O uso do Diesel S-10 promove a melhoria do desempenho do combustível nos motores, com impactos positivos na redução de emissões de material particulado. Além da diferença no teor de enxofre, o diesel S-10 tem maior nível de cetano, índice que mede a qualidade de ignição, ou seja, quanto maior melhor.

“Estamos nos preparando para o novo mercado de refino que se formará no Brasil nos próximos anos e este projeto é de grande relevância para continuarmos competitivos, fornecendo derivados de alto valor agregado, operando de maneira sustentável e em sinergia com nossos ativos de classe mundial em águas profundas e ultraprofundas”, explica a gerente-geral da Reduc, Alexandre Coelho.

O aumento da produção do diesel S10 vai de encontro ao aumento do número de caminhões e ônibus equipados com motores mais tecnológicos. A frota produzida antes de 2012 ainda tem à disposição do diesel S500, mas veículos mais novos só podem ser abastecidos com diesel S10.

Além da Reduc, nos próximos anos também estão previstas adequações para aumento da capacidade de produção de Diesel S-10 em duas refinarias no estado de São Paulo: na Refinaria de Paulínea (Replan) e na Refinaria Henrique Lage (Revap), em São José dos Campos. A expectativa é aumentar a produção de diesel S-10 em até 16.500 m³/dia com a implantação desses projetos adicionais.

S-10 no mercado

A participação do Diesel S-10 da Petrobras no mercado em dezembro de 2020 registrou 54,9%. No quarto trimestre de 2020, as refinarias Replan, Refap, RPBC e Regap alcançaram recordes mensais de produção de Diesel S-10.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!