Projeto de lei quer exigir exame toxicológico de motoristas com CNH A e B

por Blog do Caminhoneiro

O projeto de lei 735/2021, apresentado pelo Deputado Federal Hélio Lopes (PSL/RJ), quer exigir o exame toxicológico de motoristas com CNH A e B, que exerçam atividade remunerada.

De acordo com o texto do projeto, esses motoristas passariam pelo exame toxicológico para renovar a CNH, e também a cada dois anos e meio, como acontece com os motoristas de caminhões e ônibus.

O projeto visa os mototaxistas e entregadores, motoristas de aplicativos e taxistas, além de outros motoristas profissionais que trabalham com veículos de pequeno porte.

De acordo com a justificativa do projeto apresentada pelo deputado, o exame toxicológico tem uma taxa de reprovação de cerca de 2% entre os motoristas das categorias C, D e E, e já tirou das estradas mais de 100 mil condutores usuários de drogas, o que salvou milhares de vidas.

O deputado ressalta ainda que a ampliação do exame para outros profissionais aumentaria ainda mais a segurança nas rodovias.

“O exame toxicológico contribuiria para retirada de usuários de drogas das atividades profissionais na condução de veículos automotores. Temos a certeza de que tal requisito será bem-visto tanto pelos profissionais envolvidos como por toda a sociedade”, disse o deputado.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

2 comentários

Adriana 14/03/2021 - 19:19

Deve ser exigido p tooooodos os condutores, independente da categoria ou se é remunerada ou não.
A geração Nutella quer direitos iguais só qdo convém, e não deveria ser assim. Tem que levar o combo.
Somos todos iguais perante a lei.
Então, diferente disto é discriminação é preconceito.

Reply
Pedro Paulo de Andrade Neto 07/03/2021 - 16:10

Aprovo, mas, este projeto de lei deveria ser para todas as classes de trabalhadores e não só para os motoristas. Desta forma inibiria o consumo e venda de drogas.

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!