Scania e Volvo paralisam produção por falta de peças e agravamento da pandemia

por Blog do Caminhoneiro

Scania e Volvo anunciaram ontem a paralisação temporária de suas linhas de montagem, em São Bernardo do Campo-SP e Curitiba-PR, devido à falta de componentes para montagem dos caminhões e também pelo agravamento da pandemia no país.

A fábrica da Volvo, que fica em Curitiba, irá dispensar cerca de 2 mil funcionários pelo menos até 31 de março. A montadora tem mais de 3.700 trabalhadores, e irá diminuir substancialmente a produção de veículos, em cerca de 70%, mas não irá paralisar totalmente a produção.

Já a Scania anunciou a paralisação total das linhas de montagem entre 26 de maio e 5 de abril. A medida deve atingir quase a totalidade dos 4 mil funcionários da empresa no país.

Com as paralisações, as entregas de veículos encomendados devem atrasar. As montadoras já tinham pedidos para entrega até agosto, e, a falta de componentes para montagem dos veículos, principalmente chips eletrônicos, já afetava a produção.

A Volkswagen, que produz automóveis, também anunciou a paralisação em suas fábricas, entre 24 de março e 5 de abril.

Outras montadoras também devem realizar paradas do tipo nos próximos dias.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

1 comentário

Romildo 24/03/2021 - 09:36

Mito, mito, mito, mito, mito. Vai virar um fazendão esse país, parabéns aos envolvidos.

Reply

Deixe sua opinião sobre o assunto!