Câmara aprova projeto que inclui caminhoneiros no grupo prioritário para a vacina do Covid-19

por Blog do Caminhoneiro

Foi aprovado na última quarta-feira, 31 de março, o texto-base do Projeto de Lei 1011/20, que estabelece prioridade para 16 grupos dentro do plano de vacinação contra a Covid-19. O texto original do projeto incluía os caminhoneiros autônomos e profissionais do transporte de cargas e mercadorias nos grupos prioritários para receberem a vacina.

O texto original recebeu alterações, priorizando também os profissionais de transporte coletivo rodoviário e metroviário de passageiros, pessoas com doenças crônicas, que tiveram embolia pulmonar, agentes de segurança pública e privada, desde que sejam comprovada a execução de atividade externa.

Além desses, foram incluídos os profissionais:

– do Sistema Único de Assistência Social (Suas), das entidades e organizações de assistência social, e os conselheiros tutelares que prestam atendimento ao público;
– os trabalhadores da educação do ensino básico em exercício nos ambientes escolares;
– os coveiros, atendentes e agentes funerários;
– os profissionais que trabalham em farmácias;
– os oficiais de Justiça;
– os taxistas e os mototaxistas; e
– os profissionais de limpeza pública.

“Nós queríamos estar num país onde todos tivessem acesso à vacina. Só que este projeto parte da necessidade de termos pessoas que são prioritárias, estão na linha de frente da Covid-19”, disse a Deputada Federal Celina Leão (PP-DF).

Para o deputado Vicentinho Junior, os caminhoneiros são estratégicos para a sociedade.

“Se o alimento e o remédio chegam à casa do brasileiro é porque os caminhoneiros trabalham de forma incansável para isso”, disse ele.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!