Trator movido a metano chega ao mercado em 2021

por Blog do Caminhoneiro

O trator New Holland T6 Methane Power, movido a gás metano, vai ter a produção iniciada ainda neste ano. A primeira unidade está em teste desde 2019, e a versão de produção começará a ser entregue para alguns clientes selecionados da Alemanha, França, Itália, Reino Unido, Bélgica, Holanda e Luxemburgo, onde a produção de metano já está em fase avançada, ainda este ano.

“Somos pioneiros em soluções sustentáveis e inovadoras há 14 anos. Desenvolvemos o modelo de ‘Fazenda Independente de Energia’, mostrando como um ciclo fechado entre a produção agrícola e a geração de energia pode tornar a agricultura neutra em CO2 ou até mesmo negativa em carbono – com benefícios significativos para os clientes. Neste ano, estamos dando mais um passo para transformar isso em realidade, uma vez que nosso trator movido a metano entrará na linha de produtos da New Holland”, afirma Carlo Lambro, presidente mundial da New Holland Agriculture.

Brasil e Argentina devem receber o modelo a partir de 2022, mas somente importado. Não existem planos de fabricar a máquina na América do Sul por enquanto, mas testes já estão sendo feitos com produtores na região.

A grande vantagem desse trator é que o produtor pode produzir o combustível dentro da propriedade, por meio de biodigestores, no chamado ciclo virtuoso da fazenda, que fica cada vez mais autossuficiente do ponto de vista energético e ambientalmente correta. E como um extra ainda tem a redução dos seus custos operacionais e tranquilidade no gerenciamento das suas atividades, pois se torna autossuficiente em produção e uso de combustível, ficando livre de todas as incertezas do mercado de combustíveis fósseis.

O trator utilizado em testes no Brasil, um T6.180, utiliza o metano gerado através da biomassa renovável produzida na usina de biogás disponível na fazenda. Ele possui todas as características de um trator comum e está equipado com um motor de seis cilindros produzido pela FPT Industrial, que gera uma potência máxima de 180 cv e torque de 750 Nm. O biometano é armazenado em tanques no trator. A autonomia é de pelo menos meio dia de trabalho durante a operação normal.

“A tecnologia de propulsão por biometano oferece inúmeras vantagens ambientais, incluindo a redução de até 80% das emissões em comparação com um motor diesel padrão. Ao usar o biometano, o impacto de carbono da máquina é virtualmente zero, e uma redução de custos entre 25% e 40% pode ser alcançada quando comparada com os combustíveis convencionais”, explica Nilson Righi, gerente de portfólio agrícola da CNH Industrial.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados