Volkswagen domina venda de caminhões no Uruguai

por Blog do Caminhoneiro

Em março, a Volkswagen comercializou 100 caminhões no Uruguai, consolidando-se como a marca mais vendida do país. De acordo com dados da ACAU, Associação do Comércio Automotivo do Uruguai, que reúne as empresas do setor, a montadora emplacou 180 caminhões nos três primeiros meses do ano, liderando o mercado com 28,6% de participação.

As 100 unidades vendidas em março também representam o maior volume de caminhões já vendido por uma mesma fabricante em um único mês no país.

O modelo mais vendido no mercado uruguaio é o Constellation 24.250, com 62 unidades emplacadas. O Delivery 11.180 é o segundo VW mais vendido, com 24 licenciamentos, e o Delivery Express soma 20 unidades vendidas.

“Essa expansão no segmento, acompanhada do melhor e mais amplo suporte de pós-venda do país, faz da VW a marca mais prestigiada, com segurança reconhecida e a preferida do público uruguaio. Toda a equipe comercial está constantemente à procura de soluções integrais para o cliente final, o que envolve a entrega de caminhões já encaroçados, visitas e contatos periódicos aos clientes”, cometa Miguel Remeseiro, responsável pela área de Caminhões e Ônibus na Julio César Lestido S.A, representante oficial da marca no país.

Os modelos Delivery se destacam, já que o segmento de caminhões leves representa cerca de metade das vendas no Uruguai. A venda de modelos de caminhões de 3,5 até 11 toneladas é a que mais cresceu nos últimos anos, em função das restrições à circulação de caminhões de grande porte nos centros das cidades.

O importador também manteve bons estoques de produtos, o que garantiu as entregas dos veículos no prazo para que os clientes contassem com uma ação de incentivo do governo para aquisição de bens com benefícios fiscais, válida inicialmente até 31 de março e depois estendida até 31 de agosto, com algumas alterações.

“Por todos esses motivos, além da boa sintonia que temos com a equipe de vendas internacionais da VWCO, batemos o recorde de 100 caminhões vendidos em um só mês no Uruguai e nos consolidamos como a marca líder, com 28,6% de market share. Sabemos que o cenário de pandemia mundial nos traz importantes desafios, mas contamos com boas parcerias e ações para sustentar nossa participação e sucesso”, complementa Remeseiro.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

Deixe sua opinião sobre o assunto!