Recapagem pode reduzir custo com pneus em até 50%

por Blog do Caminhoneiro

A recapagem permite que o caminhoneiro tenha um pneu novo pela segunda vez no veículo. Esse é um procedimento realizado em pneus de caminhões que chegam ao final de sua primeira vida útil. O pneu é o segundo maior custo de um caminhão, atrás apenas do combustível, por isso merece atenção especial.

Além do benefício financeiro para o caminhoneiro ou frotista, o uso de pneus recapados adia o descarte da carcaça, contribuindo para a preservação do meio ambiente. Em termos financeiros, a ampliação do ciclo de vida útil de um pneu pode representar uma economia superior a 50% em comparação ao investimento necessário para a aquisição de um pneu novo.

Mas, para realização da recapagem, o primeiro passo é cuidar dos pneus durante sua primeira vida útil, e procurar uma empresa certificada, que ofereça um processo de recapagem de qualidade.

“O que vemos muitas vezes é a opção pela economia sem responsabilidade, com o emprego de matérias-primas não certificadas e processos improvisados, cujo resultado final é visível no pneu recapado, desde o acabamento até falhas que podem ocasionar em soltura da banda de rodagem nas estradas, comprometendo a segurança do caminhoneiro e dos demais motoristas”, alerta Rafael Figueiredo, especialista de produto da Continental.

Por isso, a escolha de uma recapadora autorizada, alinhada com a qualidade dos processos de produção do pneu original, é fundamental para a preservação do investimento feito na compra de um pneu novo.

“Ela tem acesso a toda a tecnologia necessária e às bandas de rodagem desenvolvidas especificamente para cada modelo de pneu de carga. Só assim é possível ter a garantia de manter inalterada todas as características do pneu novo em relação a quesitos fundamentais como poder de tração, escoamento de água e performance quilométrica. Desta forma, não somente a segurança fica totalmente preservada, como também a economia, uma vez que a carcaça ao receber todos estes cuidados na recapagem está pronta para mais uma vida útil”, conclui Rafael Figueiredo.

Para garantir a segunda vida útil do pneu, é necessário a atenção constante com os cuidados básicos da manutenção de um pneu: manter a calibragem sempre em dia, realizar o rodízio e o alinhamento evitando o desgaste irregular, e sempre respeitar a capacidade de carga do veículo.

Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

COMENTAR

Artigos relacionados

Deixe um comentário sobre o tema!